Educação Musical

Lied Alemão na Música Ocidental: História e seus Compositores

Lied Alemão na Música Ocidental: História e seus Compositores

Lied Alemão – Lied Alemão na Música Ocidental: História e seus Compositores

O Lied Alemão nasceu junto com a prosperidade urbana do século XVI. Palavra Alemã que significa no plural canção, lied era uma canção folclórica popular profana, usada para expressar geralmente sentimentos românticos.

As primeiras canções polifónicas Alemãs do cancioneiro de Lochamer, de 1455-1460, incluíam melodias monofónicas e composições a três vozes com melodia principal na voz do tenor. Os autores juntaram muito bem material melódico Alemão, com um método conservador e uma técnica contrapontística vinda da tradição franco-flamengo.

Os primeiros grandes mestres do Lied polifônico foram Isaac e seus contemporâneos Heinrich Finck(1445-1527) e Paul Hofhaimer (1459-1537), organista da corte do imperador Maximiliano.

A perfeição artística do Lied foi alcançada por Luwig Senfl. Durante a primeira metade do século XVI, coletâneas de Lied continuaram a serem publicadas. Após 1550, com o gosto Alemão voltado para os madrigais e vilanellas italianos, o Lied perdeu a importância. Boa parte do seu material e modelo musical foi usada para hinos e corais da igreja luterana.

Durante o século XVIII aconteceu à ascensão do novo lied Alemão, com uma grande importância artística. A primeira coletânea relevante foi publicada em Leipzig em 1736, com o título de A musa do Canto à beira do Pleisse, onde a letra foi escrita para ser adaptada a música já existente, eram paródias.

Quantz, Graun e C.P.E.Bach, Compositores de Berlim, o centro mais importante de composições em meados do século XVIII , preferiam Lieder em forma estrófica com melodias num estilo natural, expressivo, próximas das canções populares, com uma única nota para cada sílaba, só permitindo acompanhamentos muito simples ( Lieder: breve, idílico e estrófico).  Regras aceitas durante o século XVIII, mas que foram deixadas pouco a pouco, levando a um gênero mais variado e dando mais relevo ao acompanhamento.

Os principais compositores de Berlim no final do século foram Johann Abraham Peter Schulz (1747-1800) e Johann Friedrich Reichardt (1752-1814). Muitos de seus lieder foram feitos com poemas de Goethe.

Na segunda metade do século XVIII foram publicadas na Alemanha mais de 750 coletâneas de lieder com acompanhamento de tecla. No final do século XVIII traços românticos começaram a se manifestar no Lied Alemão.

A composição de lied continua grande no século XIX. Em 1811, quando Schubert começou a escrever canções tinha atrás de si uma longa e rica tradição, a qual sua obra veio a constituir um dos pontos mais altos.

A influência da Balada, (um novo tipo de canção do final do século XVIII), contribuiu para ampliar o conceito do Lied na forma, no âmbito e na força do conteúdo emotivo. O piano que era um simples acompanhamento passa a desempenhar um papel tão importante como o da voz, tendo a mesma função na interpretação da poesia, apoiando, ilustrando e intensificando o sentido dela.

No início do século XIX o Lied, se tornara uma forma digna das capacidades de qualquer compositor, que sentiram que a sua expressividade e a dos poetas não só era equivalente, como também podia ser conjugada numa experiência única. A poesia romântica proporcionou-lhes o motivo de inspiração, alguns músicos dedicaram o seu talento à tarefa de musicar poemas.

Mozart compôs algumas canções em língua alemã, enquanto Beethoven apresentava o ciclo Na die ferne geliebte (A distante amada), contemporâneo dos pioneiros Lieder de Schubert. A criação monumental de Schubert cimentou as bases do Lied posterior, exemplificado nas obras de Schumman, Brahms e outros, se fixando como referência do Lied. O encadeamento histórico existente entre Schubert, Schumman e Brahms, demonstra grande afinidade e peculiaridade em seus Lieder.

As composições em forma de Lied transmitem o mais puro romantismo. O poema se encontra em grande evidencia e, juntamente com o canto traz em seu conjunto uma rica melodia e harmonia. É um gênero musical que tem como característica a beleza e o sentimento mais profundo do romantismo. Um poema lírico, no qual as palavras se fundem de uma forma completa, integral e plena. É uma criação musical que, surge como se cada palavra engendrasse sua própria melodia, com a emoção muito mais evidente. Os artistas eram desequilibrados e passionais.

O Lied se firmou como o grande gênero do Romantismo, principalmente o Lied Alemão, para voz solo e piano.

Os dois principais tipos de Lied no romantismo foram o chamado estrófico, onde a mesma música é repetida basicamente em cada verso do poema, e o durchkomponiert (inteiramente composta), onde há uma música diferente para cada verso. Nessa composição o autor terá mais facilidade em adaptar o canto às mudanças no caráter e teor dramático dos versos, espelhando isso com certos detalhes no piano, que não se limita em ser um simples acompanhante, mas divide igualmente a responsabilidade da música.

Franz Peter Schubert (1797-1828) foi o primeiro grande compositor de Lied. Austríaco um dos mais fecundos e inovadores do romantismo. De família bem humilde, passou a vida lutando contra doença e pobreza, dedicou sua vida à composição, que consagrou o gênero. Durante seu pouco tempo de vida, compôs mais de 600 canções, abordando todas as possíveis emoções e estados de alma. Seus Lieder mais conhecidos foram o fortemente dramático Erlkonig, que escreveu aos 18 anos, Na die Musik (em louvor da música), Die Forelle (a truta), Na Syivia (para Silvia) e Ständchen (serenata).

Outros importantes compositores também cultivaram o lied, como Robert Schumann (1810-1854), o primeiro sucessor importante de Schubert. Depois veio Johannes Brahms (1833-1897), e já mais tarde, Hugo Wolf e Richard Strauss.

Gostou da matéria sobre a história do lied alemão? Deixe seu comentário aqui no blog Essas e Outras. Obrigada pela visita e até mais….

Assuntos do Artigo:
  • lied alemão
  • lied musica
  • o que é lied
  • Qual foi o primeiro compositor do lied

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Fernando Eglitis disse:

    Post muito elucidativo sobre essa que, sem dúvida, é uma das mais belas formas musicais. Não conhecia varios desses compositores, mas irei pesquisar sobre eles. Obrigado pelas importantes informações.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.