Scroll Top

Alimentação

Alimentos transgênicos, OGM’s – Como são feitos, riscos, polêmicas

Alimentos transgênicos, OGM’s – Como são feitos, riscos, polêmicas

alimentos-transgênicosAlimentos transgênicos, também conhecidos como organismos geneticamente modificados (OGM’s), são aqueles que têm suas características alteradas por meio de mudanças em seu DNA, através de técnicas de melhoramento genético.

Esse procedimento, muito comum na produção em larga escala, tem por finalidade melhorar a qualidade dos alimentos e aumentar a sua resistência às pragas, visando sempre o aumento da produtividade e do lucro do produtor.

Como são feitos?

A manipulação de vegetais através da seleção de sementes vem sendo feita pelo homem desde os tempos mais remotos. Até hoje são bastante comuns técnicas caseiras de seleção manual, que geralmente são passadas de pai para filho e aplicadas apenas no âmbito doméstico.

Entretanto, a partir do desenvolvimento da biotecnologia molecular, foi possível manipular o material genético de organismos pela introdução ou manipulação de genes específicos. Isso quer dizer que passou a ser possível realizar modificações pontuais nas características dos organismos vivos, de modo a obter um resultado específico.

Através de estudos avançados descobriu-se como identificar um gene de interesse, isolá-lo, fazer sua clonagem e ter uma quantidade suficiente desse material que pode ser incorporada no genoma de uma outra planta.

Em geral a obtenção de um vegetal transgênicos ocorre com a inserção de um novo DNA, o que pode ser feito por três métodos diferentes: com o uso da bactéria Agrobacterium tumefaciens, pelo bombardeamento de partículas ou com o uso de um eletroporador.

No primeiro caso a bactéria transfere uma parte do DNA presente em seu plasmídeo para o vegetal, que se desenvolve como um OGM. No segundo método são aceleradas micro-partículas que introduzem determinadas substâncias (DNA, RNA e algumas proteínas) no interior das células, alterando assim o seu genoma.

Por fim, através da Eletroporação são formados poros na sua membrana celular. Nesses poros o DNA desejado é inserido e se agrega ao genoma da planta, que passa a ser considerada trangênica.

Polêmicas

Em geral as polêmicas sobre a produção de alimentos transgênicos se concentram na falta de conclusões confiáveis sobre os efeitos de seu consumo a longo prazo. Assim, muitos estudiosos afirmam que é necessário submeter os OGM’s a mais testes, para que todos os seus efeitos colaterais sejam conhecidos antes de sua popularização.

Além de seus riscos à saúde, os alimentos geneticamente modificados são rejeitados por ambientalistas que temem um possível desequilíbrio que eles podem gerar na natureza. Dentre os principais prejuízos ambientais oferecidos por esses vegetais são citados como a menor resistência a pragas e danos ao solo.

Opinião

É difícil entrar num consenso a respeito do papel que os organismos geneticamente modificados devem ocupar na alimentação dos seres humanos.Isso porque, embora estudos sobre seus efeitos colateriais sejam recentes e até mesmo insuficientes diante dos riscos que podem ser oferecidos à saúde, não se pode negar os benefícios  que a Engenharia Genética tem proporcionado à Humanidade. Através de modificações no genoma das plantas é possível aumentar a produtividade das lavouras, garantindo assim mais comida em países que sofrem com a miséria e a fome.

É bem verdade que a grande motivação para a produção de OGM’s está longe de ser o fim da fome mundial. A obtenção de vegetais mais nutritivos e mais resistentes a determinadas pragas tem por finalidade principal aumentar o lucro dos grandes produtores agrícolas, concentrando ainda mais riquezas as mãos de um pequeno grupo, enquanto uma maioria sofre pela distribuição desigual de alimentos.

Dito isso pode-se concluir que, se os OGM’s não são a solução para o problema da baixa produtividade agrícola e consequente escassez de alimento em algumas regiões do planeta, aproximam cada vez mais o homem do uso inteligente da terra. Havendo responsabilidade na realização de estudo que comprovem ou não a segurança de seu consumo, bem como seus impactos no meio ambiente, eles são um alternativa compatível com os avanços tecnológicos pelos quais tem passado nosso sistema produtivo e com as necessidades do homem do século XXI.

Bibiografia:

BATISTA, Gomes Henrique. Liberação dos transgênicos completa dez anos, mas polêmicas continuam. Portal O Globo. < http://oglobo.globo.com/economia/liberacao-dos-transgenicos-completa-dez-anos-mas-polemicas-continuam-8943509>. Acesso em: 25 de setembro de 2013

Escreva seu comentário sobre alimentos transgênicos.

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Alimentos transgênicos, OGM’s – Como são feitos, riscos, polêmicas!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: