Saúde e Bem Estar

Células Tronco – Pensando no Futuro da Saúde de seu Filho

Como armazenar Células Tronco

 Armazenar as células tronco do cordão umbilical pode ser uma forma de garantir a saúde de seu filho no futuro.

Além do planejamento habitual hoje é possível armazenar as células tronco do cordão umbilical, oferece segurança e oportunidade de utilização dessas células para mais de oito doenças de sangue, com 100% de compatibilidade.

Simples e indolor para ambos a coleta é feita no momento do parto normal ou cesariana. Dura cerca de 3 minutos, por meio de punção da veia umbilical. Não há riscos pois o sangue é retirado sem a presença do bebê e após a retirada da placenta, sem a presença da mãe.

 O material é acondicionado em um Kit de transporte e encaminhado para o laboratório onde será analisado, processado e criopreservado a 196°C. Conforme a resolução da diretoria colegiada Nº153, da Anvisa, o procedimento pode ser realizado a partir de 32 semanas gestacionais.

O acompanhamento pré- coleta é de extrema importância. A partir da coleta é possível na análise do sangue materno testar possíveis doenças transmissíveis via placenta, como HTLV, HIV, CMV, sífilis, hepatite B e C, além da eletroforese de Hb.

 

Cuidando do futuro de seu Bebê

Armazenar as células tronco vindas do cordão umbilical é uma forma segura com a oportunidade de no futuro fazer o tratamento de doenças graves. Esse sangue pode Ser guardado por tempo indeterminado seguramente, e com sistemas de senha específico, e só será destinado ao dono do cordão ou aos seus familiares, mediante a autorização do responsável. 

Comente nossa matéria sobre Armazenar Células Tronco

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.