Lição de casa

Colonização do Brasil: Capitanias, Escravidão e Monopólio do Açúcar

Colonização do Brasil: Capitanias, Escravidão e Monopólio do Açúcar

Colonização do Brasil: Capitanias, Escravidão e Monopólio do Açúcar

.Colonização do Brasil – Mesmo depois da criação do Tratado de Tordesilhas que garantia que as terras da América recém descobertas deveriam ser divididas apenas entre portugueses e espanhóis, o território vivia sendo invadido por holandeses, fraceses e ingleses. Com a descoberta de ouro nas terras sob o domínio da Espanha as invasões se tornaram ainda mais frequentes.

Foi então que, temendo perder as terras que agora eram preciosas, a Coroa Portuguesa decidiu colonizar o Brasil. A Colonização do Brasil se tornou uma boa opção também porque o comércio com o Oriente tinha entrado em declínio e foram encontrados em terras brasileiras metais preciosos que aumentariam os lucros dos portugueses.

A primeira expedição colonizadora enviada ao Brasil trazia Martim Afonso de Souza e mais 400 homens que iam garantir a ocupação e exploração das terrras, combater as invasões estrangeiras e dar nomes às regiões. Assim foi fundada a primeira vila do Brasil (São Vicente) e outros povoados.

.Para iniciar a ocupação sistemática da colônia foi iniciado o cultivo de cana-de-açúcar. O solo brasileiro aceitou bem a produção açucareira e a valorização do produto na Europa tornou o negócio ainda mais rentável. As terras inicialmente eram dadas a portugueses ricos que investiam na produção.

.Com o tempo o rei D. Sebastião resolveu criar leis mais rígidas para frear o livre ccomércio e a cessão de terras em demaseio. Foi então implementado o Monopólio Comercial, também conhecido como Exclusivo Metropolitano. O pacto determinava exclusividade do comércio com Portugal, que comprava os produtos brasileiros a preços baixíssimos e vendia os seus aos colonos com superfaturamento.

Foi nessa época que a relação dos portugueses com os indígenas se tornou mais conflituosa. Os nativos não aceitavam mais o escambo e os colonizadores não hesitavam em usar a força e a violência para impor sua vontade. A Escravidão Indígena se intensificou por volta de 1530, com a necessidade de mão-de-obra.

..Pouco tempo depois o rei de Portugal resolveu dividir o território brasileiro porque não dispunha de recursos suficientes para a colonização. Começava o sistema de Capitanias Hereditárias ou Donatárias, grandes porções de terras dadas a portugueses ricos que deveriam administrá-las e dar boa parte dos lucros à Coroa Portuguesa..

O sistema enfrentou uma série de problemas como a falta de interesse ou recursos dos donatários e os conflitos com indígenas que não levaram ao resultado esperado. Apenas duas capitanias prosperaram (São Vicente e Pernanbuco) o que não impediu que se formassem os primeiros núcleos de povoamento.

Nesse período a atuação da Igreja Católica era intensa sendo que o trabalho dos Jesuítas foi determinante para a "domesticação" e defesa dos índios. Antes que as capitanias fossem extintas, a Coroa criou o Governo-geral, mas este é assunto para outro post.

Mas e você, o que achou do texto sobre a Colonização do Brasil??? Ele foi útel para você??? Comente.

Assuntos do Artigo:
  • colonização do brasil
  • Açucar e escravidao na colonia portuguesa
  • monopolio do açucar

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.