Informação

Como Doar Sangue – Descubra, Vire um Doador e Salve Muitas Vidas

  

           Doar sangue é um ato simples, totalmente voluntário e capaz de SALVAR VIDAS.      

           Muitas pessoas tem um certo receio, acham que através da doação poderão adquirir alguma doença ou sofrer da falta do sangue que foi doado. Isso não acontece, doar sangue é muito seguro e recompensador, já que no Brasil existem milhares de pessoas que dependem do sangue doado por pessoas saldáveis.      

          Mesmo sendo seguro é importante que o doador procure se informar antes de fazer uma doação. Para isso, nós separamos algumas dicas para quem se interessou e pretende ajudar ao próximo através da doação de sangue.      

          Primeiro é importante saber que existem três tipos de doação de sangue, sendo elas: doação de sangue total, por aférese e doação autóloga.      

           A doação de sangue total é aquela habitual em que 450 ml de sangue são coletados em uma bolsa que permite a preservação deste sangue. Os homens podem doar de 2 em 2 meses até 4 vezes em um ano, já as mulheres podem doar de 3 em 3 meses até 3 vezes em um ano.      

   

          Para doar é necessário fazer um cadastro, responder a um questionário e ser examinado por um profissional de saúde. Em seguida é realizada a coleta, que pode durar até 10 minutos, e após a doação o doador recebe um lanche e informações sobre os cuidados básicos a serem tomados.      

          Para garantir a segurança de quem recebe o sangue, existem alguns requisitos básicos para doar sangue. São eles:      

  • Portar um documento oficial com foto;
  • Estar bem de saúde;
  • Ter entre 18 e 65 anos;
  • Pesar no mínimo 50 Kg;
  • Não estar em jejum, evitando apenas alimentos muito gordurosos 3 horas antes da doação;

          Existem também alguns critérios capazes de impedir provisóriamente a doação, sendo eles:      

  • Estar com febre (acima de 37 graus);
  • Estar resfriado ou com gripe;
  • Estar no período de gravidez (até 90 dias após o parto normal e 180 dias após a cesariana;
  • Estar amamentando;
  • Estar usando algum tipo de medicamento;
  • Estar com diagnóstico de Anemia;
  • Ter feito uma cirurgia recentemente;
  • Ter feito uma extração dentária num prazo de 72 horas;
  • Ter feito uma tatuagem a menos de 1 ano;
  • Ter sido vacinado recentemente (conferir o prazo de impedimento da vacina em questão);
  • Ter feito uma transfusão de sangue a menos de um 1 ano;

 

 

          Se quiser saber mais sobre os critérios de uma doação de sangue, acesse http://www.anvisa.gov.br/sangue/legis/resolucoes.htm.

          Após ser coletado, o sangue passa por uma série de etapas obrigatórias que garantirão a segurança do paciente que o receberá. Depois de compridas as etapas, a bolsa de sangue é liberada e a transfusão é realizada.    

          É importante lembrar que as tranfusões são feitas principalmente em casos de acidentes de trânsito, por armas, hemorragias agudas, em cirurgias e em pacientes com doenças oncológicas e hematológicas. Quem precisa de sangue é um pessoa assim como você, e que poderia até ser um familiar seu.    

        Para saber qual é o Hemocentro mais próximo de você, acesse: http://www.btcard.net/minisite.php?associado=2042.   

         Doar sangue é sublime, um dos meios mais simples e eficazes de ajudar a salvar vidas. Pense nisso!    

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.