Saúde e Bem Estar

Cutting – Automutilação – Distúrbio que Leva a Pessoa a Cortar-se

Cutting – Automutilação – Distúrbio que Leva a Pessoa a Cortar-se

Cutting é uma doença que causa um distúrbio que leva a autoflagelação. Muitos adolescente apresentam esta mania de cortar o próprio corpo. Saiba que este comportamento é proveniente de uma doença.

Segundo o psiquiatra Álvaro Ancona de Faria, da UNIFESP,  o cutting é uma tentativa de compensar o sofrimento. “Ela descobre um dia se cortando que parece que aquela ansiedade insuportável está diminuindo”, fala o especialista.

No programa Mais Você desta quarta-feira, 19 de outubro, discutiu-se o tema preocupante. Mães desesperadas falam sobre seus dramas familiares com a doença.

Muitos jovens com incapacidade de lidar com seus próprios sentimentos, se autoflagelam. Em fevereiro de 2009, uma jovem de 26 anos denunciou ter sido vítima de um ataque neonazistas na Suíça, onde morava. Paula chegou a dizer que estava grávida de gêmeos e que teria perdido os bebês e sofrido cortes em várias partes do corpo. Mais tarde, descobriu-se que a jovem sofria de cutting.

Demi Lovato.

A cantora Demi Lovato, um dos ícones da música pop, já sofreu com esse tipo de problema. Demi Lovato chegou a ficar três meses internada em uma clínica de reabilitação tratando de uma disfunção alimentar e o hábito de se cortar. Demi falou que sofreu bullying aos oito anos e desenvolveu distúrbios com a alimentação a ponto de cortar os pulsos.

Uma jovem de 21 anos que cursa o terceiro ano de Medicina disse que sofreu abusos sexuais dos seis aos 13 anos por uma pessoa próxima a família. “Eu me cortava, me batia, me machucava. Queria cobrir uma dor com a outra e foi o que comecei a fazer”, descreveu. A estudante se autoflagelava com objetos diferentes. “O bisturi, que eu tenho por causa da faculdade, faca, cigarro, que eu apago em mim mesma; eu me arranho com as unhas. Sempre acho alguma coisa”, afirmou a jovem, que procurou ajuda e está tomando remédios e tendo acompanhamento psiquiátrico. “Eu imagino que seja como o alcoolismo. O alcoólatra nunca é ex-alcoólatra, é sempre um alcoólatra. Eu não consigo me imaginar sem o pensamento de me cortar, mas consigo pensar em me controlar”, admitiu.

O repórter Fabrício Battaglini conversou também com Thais Miguel de 18 anos que provocou o primeiro corte aos oito, quando os pais estavam se separando.

A jovem falou que sempre se mutilava para esconder o seu nervosismo,“Quando tinha algum problema grave na escola, com as notas ou com relacionamentos” .

Os pais devem estar alertar com seus filhos e procurar ajuda médica ao menor sinal de cutting.

Comente sobre cutting aqui no blog Essas e Outras.

Você conhece alguém com este problema?? Comente.

Assuntos do Artigo:
  • o que leva uma pessoa a se cortar
  • doença de se cortar
  • se cortar é uma doença
  • doença que a pessoa se corta
  • cortar os pulsos é doença
  • pessoas que se cortam é uma doença
  • qual o nome cientifico da pessoa que se corta

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

40 Comentários

  1. flavia disse:

    comesei a mim cortar e me sinto cada vez mais dependent disso

  2. Cristiana disse:

    Ola, tenho 14 anos e me corto há mais de 1 ano devido a um acumular de problemas.
    Sofri de bullying entre 10 a 11 anos e a partir desse dia fiquei muito isolada, timida, irritavel,… mas consegui soportar por uns tempos essa dor. Aos 12 anos tive problemas com uns amigos meus e a comecei a me coçar até sangrar acabando por parar meses depois.
    Aos 13 anos voltei a me irritar com os meus colegas da turma toda foi bastante grave e durou 8 meses seguidos, perdi meus amigos pq eles preferiam gozar comigo.
    Sentia me nervosa, com raiva de mim mesma começei a me cortar e sentia me bem mas passado um tempo quis parar mas não conseguia passar mais de 2 semanas sem me cortar.
    Hoje é o dia que se me inervar com qualquer coisa, como um tesye ou uma pequena discussão com os meus pais eu me corto.
    Eu quero parar e não consigo, meus pais sabem que eu me corto mas pensam que eu parei de vez
    Eu quero procurar ajuda mas tenho receio…

  3. Paola disse:

    oi, eu me comecei a me cortar no começo do ano mas eu não fazia isso por um motivo especifico mas o tempo começou a passar, eu cortava e deixava exposto mas com o passar do tempo isso começou a ficar sério, eu comecei a ter problemas e eu me afastei de todo mundo, eu estava entrando numa especie de depressão. Eu procurei ajuda e comecei a ir num psicólogo mas nada mudou. As coisas começaram a piorar e eu ficava fora de controle, eu não conseguia dormir antes de me cortar. Eu comecei a me cortar todos os dias e prometi a mim mesma que nunca farei isso de novo, por enquanto estou cumprindo . . faz 2 meses que eu não me corto e eu não sei por quanto tempo vou continuar porque as coisas melhora e de repente tudo desmorona outra vez. Eu choro todas as noites e á 4 meses eu espero que as coisas melhorem mas nada muda :'(

  4. ana disse:

    Eu faço isso a quase dois anos… Primeiro foi por que eu comecei a ficar sozinha em casa e ter que cuidar do meu irmão pequeno, o que pra mim foi muita responsabilidade (para alguém sempre muito mimada) e pressão, também tinha problemas na escola… Depois, mudei de cidade, logo quando comecei a ter amigos, tive que recomeçar e foi muito dificil… quando veio o bulliyng e a baixa auto-estima…
    Logo virou depressão.
    Eu não conseguo ficar um dia sem me cortar, se pudesse eu fazia isso toda hora. Eu já cheguei aandar com uma lâmina de apontador sempre comigo no bolso…
    Eu não aguento mais.
    Por favor… alguem que me ajude… Meu e-mail é anaclara2309@hotmail.com

  5. Dulce lorena disse:

    Gente eu passei pela mesma coisas que vocês passaram eu mi cortava toda vez sem parar e hoje eu me sinto muito melhor eu consegui ficar sem me cortar tendo amigos que me apoiavam que eram poucos e a alto confiança em mim mesmo por que, se eu estou vivo é por que tenho algo de importante nesse mundo que ninguém pode fazer além de mim e percebi como a minha vida pode ser útil para alguém, e até hoje os meu pais não sabem disso, e toda vez que penso nisso tenho motivos para sorrir e viver espero que vocês se recuperem pelo que eu passei se esqueçam do bullying e etc….BJS….Boa sorte e boas festas

  6. Fernanda disse:

    🙁 a Demi não pode fazer isso! ela é inteligente, talentosa, bonita, engraçada! ela é D+ todo mundo ama ela pelo oque ela é!Oque as crianças falavam era de inveja:( ela não pode fazer isso! Deus a abençoe!

  7. Nathiely disse:

    Eu me cortoo as vezes passo por psicolaga mas msm assim sinto vontade em me corta porq?

  8. Rafaela disse:

    eu tambem me corto ja faz quase 1 ano,e na verdade eu sinto que influencio outras pessoas que amo muito por isso que eu queria me controlar, minhas duas melhores amigas ao saberem que eu me corto começaram a se cortar tambem, e por isso mesmo eu queria parar com isso para nao prejudicar as pessoas que mais amo. no começo eu nao sabia que o cutting era tao popular, mas depois que comeceia a me cortar descubri varias pessoas, ja prometi para mim mesma que nao iria mais fazer isso, mas toda noite deito na minha cama chorro e digo, Deus essa vai ser a ultima vez… mas eu nunca consigo parar, minha vida nao é mais feliz e sim um drama!

  9. sabrina disse:

    a Demi não pode fazer isso! ela é inteligente, talentosa, bonita, engraçada! ela é D+ todo mundo ama ela pelo oque ela é!Oque as crianças falavam era de inveja:( ela não pode fazer isso! Deus a abençoe!

  10. Low disse:

    As vezes a dor é tão grande…. não é uma dor fisica , nem me lembro quando comecei…
    lembro como descobri que a dor fisica fazia parar esta outra dor… estou com 33 anos e continuo fazendo isto…. faço um tratamento com psicologo até hoje não tive coragem de falar disto procurei aqui na net algo a respeito e encontrei explicações em outro site tratando isto como uma ‘frescura e uma covardia’ não é bem assim só acha que é uma frescura e uma covardia quem não vive isto quem nunca viu a graça da vida escapar e não poder fazer nada covardia seria então se matar sem sequer tentar fazer com que esta graça pela vida volte… nas minhas crises que são frequentes… eu sinto medo de mim. tenho dias boms e procuro mante-los por mais tempo possivel nem sempre consigo…. mas eu tento.

  11. Miranda disse:

    Me corto com certeza para me aliviar da culpa ou da raiva. Não sou nenhuma adolescentezinha…já sou adulta e tenho filhos. Comecei a me cortar na adolescência…quanto à ansiedade me alivio arrancando os cabelos (tricotilomania). Fiz um ano de tratamento psiqueatrico pq tentei me matar (a família meio que obrigou, mas nunca mostraram preocupação com o ato de me cortar ou arrancar os cabelos)…tentativa frustrada. Durante o tratamento, com antidepressivos, me sentia bem (apesar de ter a sensação de uma felicidade “oca”). Logo que o doutor me “liberou dos remédios” e das sessões, voltei a me sentir péssima (que aliás, é como ando me sentindo). O cutting como vocês disseram, pode ser uma doença, mas alivia…ahhh e como alivia…é como se abrissem uma pequena fissura em uma barragem cheia, aliviando a pressão da água prestes a arrebentar a barragem e tudo o que estiver na frente dela. Tenho poucas cicatrizes (ainda bem) e a maioria das vezes em que me corto passa despercebida (escolho lugares mais escondidos…barriga, parte superior das coxas)…Não recomendo a ninguém que faça (quem começa, não consegue parar….se torna um vício)!

  12. anonima disse:

    Oi…eu tenho 12 anos…eu me corto,e isso é a pior coisa do mundo…quase ninguém sabe disso…e os que sabem,pensam que eu já parei.Meus pais,nem suspeitam disso,e nem podem,por não aceitarem com um problema e sim como uma “frescura” ou alguém que quer se aparecer…..e eu não gosto que as pessoas saibam disso,por medo delas não se preocuparem e eu irar motivos de piadas,ou preocupar meus amigos.Na escola,eu me enturmo o máximo possível,e faço de tudo para que as pessoas nã percebam que eu não estou bem(tenho medo da opinião delas) !!Eu já pensei em contar,mas elas estão tão acostumadas em me ver sempre sorrindo(por mais que eu ão esteja bem) que acho que não vale a pena tirar essa máscara….é que quando as pessoas estão ao meu lado,elas sempre sorriem,e eu sempre procuro ajuda-las…..não queria que elas vissem aquela menina forte se mutilando ://
    Eu nunca fui de me abrir com as pessoas,sempre enfrentei tudo sozinha,e acho que posso enfrentar isso também.Eu sempre fui muito sozinha,nunca tive ninguém para confiar…agora eu até tenho,mas não conto por não querer preocupa-las,até porque se eu consigo sair da cama ‘sorrindo’ a situação está sobre controle…eu sofria bullyng desde sempre,mas agora estou me enturmando melhor ,ma a pressão da escola,da minha família e dessa solidão está me prejudicando,e eu estou com MUITO medo de me tornar alguém sei lá….frio,calculista !! eu quero me abrir para as pessoas,mas não consigo. Já pensou se um dia eu chego na escola e oda a minha pose de forte,feliz e sem problemas acaba ?? não sei oque vou fazer,as pessoas vão me julgar !! o pior é que eu tenho que enfrentar isso tudo,e não posso explodir,não posso desabafar com NINguém….AGORA QUE Estou DIGITANDO ESSE TEXTO,A TRÊS MINUTOS ATRAS EU ESTAVA LÁ,QUIETA,NA LAVANDERIA,ME CORTANDO(DE NOVO) isso acaba comigo e já está virando um vício !! É como se o meu silêncio fosse um grito por socorro…….mas ninguém quer ouvir…to completamente desesperada !!

  13. L. disse:

    Eu me corto.Não sei o motivo aparente.Eu sou impulsiva,e eu me cortei pela primeira vez a um tempo.Minha irmã esta desconfiada,e minha mãe esta cada vez mais olhando de forma investigativa para meu pulso.Minha irmã sabe,eu sei disso.Mais ela finge que não.Eu então estou cortando minha coxa.Se as pessoas tirassem minhas pulseiras,perceberiam os cortes em baixo.Mais elas não fazem isso.Melhor ainda.Eu me sinto bem fazendo isso.Qualquer coisa,faz com que eu sinta vontade de me cortar.Um habito.Eu ando por ai com uma lamina no bolso.Eu tenho 12 anos.E eu tentei suicidio no ano passado.Eu me odeio.Não irei procurar ajuda.Eu posso parar,se eu quiser.Falo isso todo dia para mim.Eu posso,não é? Eu só me corto a uma semana.E eu irei ficar com cicatrizes,mais quem liga? Eu perdi amigos,fiquei em recuperação no ano passado e eu sofri bullying na minha infancia.Mais não considero que esse é o motivo dos cortes.Eu não sei o motivo.Não me corto pensando nas pessoas que simplesmente quebraram meu coração. Simplesmente faço.Me sinto bem,gosto de ver o sangue saindo.Mais não penso na possibilidade de parar com isso.Eu não acho que se cortar é uma coisa ruim.Nem vou contar os fatos que ocorreram na minha vida. Se meus pais descobrissem,eu não sei qual seria minha reação. Eles iam perguntar porquê,e eu não saberia responder.

  14. I. disse:

    É difícil parar… Tenho 13 anos. Há meses faço isso. Dói muito, por dentro. Minha mãe descobriu há 3 meses, começou a chorar e tal, mas depois disse que era drama meu, e eu jurei parar. Não parei! É insuportavelmente difícil parar com essa dor viciante de acabar com a dor sentimental. Não conto pra ninguém pois as 3 pessoas que eu confiavam, trataram como frescura, como um tipo pra chamar a atenção, mas não é assim, não mesmo! Ninguém entende, até passar pelo mesmo…

  15. Geovanna disse:

    É muito difícil parar mesmo .. Faço isso desde ano retrasado .. Dói muito , mais é um vicio. Qualquer coisa,faz com que eu sinta vontade de me cortar. Nunca vou parar , nunca procurei ajuda .. Me sinto muito sozinha , não sei muito bem explicar o motivo de me cortar , apenas gosto e faço .. Cansei de tentar ser forte .Cansei de esconder a dor e sempre fingir que esta tudo bem. Eu não sou de ferro, e não sei que ideia ridícula foi essa de tentar ser. Não vou mais manter a pose, sem essa de garota forte, de garra, que sempre supera tudo. Essa não é a verdade sobre mim. Eu sou tão fraca, geralmente choro todas as noites ao deitar na cama. Me sinto mal quando estou sozinha, é, eu tenho uma necessidade imensa das pessoas. Ligo de dividir os meus amigos, ligo de dividir qualquer coisa que seja minha. Não gosto de ser deixada de lado. Sofro com a ausência dele, e por incrível que pareça com a presença também. Eu não sou nada do que aparento ser. Eu não sou essa garota incrível que muitos acham. Eu sou tão nada, tão pouco, tão insignificante. Que na maioria das vezes eu chego a ter pena de mim .. Enfiim , eu me corto porque gosto , não tenho motivos ‘

  16. Carol Mendonça disse:

    Eu tenho 16 anos. Me corto há seis meses. Seis meses que parecem anos. Eu envelheci 40 anos em um ano, psicologicamente. Eu sempre fui muito só. Sou acima do peso, não gorda, só acima do peso. Mas sofri minha infancia inteira por ser gorda. Me mudei do Maranhão pra Brasilia e aí as coisas acabaram pra mim. Eu não podia abrir a boca na sala de aula que era vaiada, era motivo de piadas e chacota. Nunca contei a minha mãe. Nunca confiei a ninguém minhas dores. Eu me tornei uma pessoa fechada no passar do tempo. Sorridente e brincalhona, mas só o meu quarto conhece a Carol que sofre. Há dois anos tenho sofrido várias decepções… Sejam elas por amizades, amorosas, escolares. Muito disso contribuiu para me tornar o que sou hoje: fria, calculista, desconfiada, arrogante e irritável. Eu vivo na defensiva. Não sei lidar com os meus sentimentos. Não choro de modo algum perto de alguém. Eu sofro calada. Meus cortes foram a unica maneira de escapar do inferno que tem sido minha vida. Estou há 3 semanas sem me cortar, e a vontade é insuportável. A angustia em mim é causticante. O medo de ser ferida, traida, trocada, humilhada… Minha covardia em viver. Admito tudo isso. Mas como procurar ajuda profissional? Eu teria que contar a minha mãe, e ela provavelmente me rejeitaria. Eu só quero me tratar, me livrar do meu inferno particular e fazer minha vida valer a pena. Só quero recomeçar.

  17. TIA DESESPERADA disse:

    Bem, esta semana descobrimos que minha sobrinha se corta, estamos apavoradas e sem saber o que fazer, já procuramos ajuda Psiquiátrica e Terapia, estamos todos aqui em casa tristes pela situação, pois ela tem somente 13 anos, e ñ se abre conosco, mas peço a Deus que ajude nesta situação, pois é triste vê-la sofrendo e com estás cicatrizes… Deus nos ajude

  18. bia motta disse:

    Meu nome é bianca eu tenho 14 anos e mi corto a 2 anos devido a grandes problemas em minha vida. Hj sei que estou dependemte desse vicio pq antes cada corte tinha um motivo mais hj eu mi corto sem ter motivos….. tento esconder meus cortes mais cada vez estar mais dificil antes eu fazia pequenos cortes e hj faço bem grandes. sinto uma tristeza enormi ai pego algo e faço isso o que mi deixa mais chateada é que nem minha familia persebeu que eu mudei

  19. Vitória Cardoso disse:

    Eu tenho 15 anos, me corto a varios anos já.. por todo tipo de motivos, tenho um braço coberto de cicatrizes, e eu não sejo como uma doença. Acho que é um alivio..

    Se alguém quiser conversar pode me add no MSN:
    KaedeCardoso@hotmail.com

  20. secreta disse:

    tento , mas não consigo. quando a dor vem paro, não tenho forças para ir até o final. Isso é só fase para mim, estou ficando muito chateada e decepcionada, então tento ir para essa “cura”!!!

  21. Eu me corto há 3 dias, eu tenho 13 anos de idade e me sinto culpada pelas brigas que meus pais tem todos os dias dentro de casa, eu me sinto culpada porque minha mãe teve medo de separar do meu pai quando eu era pequena e quando eu crescer eu jogar na cara dela que ela me separou do meu pai, mais eu jamais ia fazer isso, ai ela continuou aqui nessa casa com meu pai, eles tão separados mais até hoje moram juntos e todos os dias que o meu pai tá de folga eles brigam e eu me sinto culpada, quando eu via minhas amigas postando fotos do corte delas em sites delas eu achava muito ridículo, mas hoje eu sei o que cada uma delas sente e eu sei que eu vou dar a volta por cima e me superar de tudo isso, ontem meu melhor amigo veio aqui em casa e fui mostrar minha lâmina pra ele e ele quebrou ela e jogou no lixo eu to me sentindo horrível sem me cortar mais eu to conseguindo ficar sem me cortar, tomara que eu consiga continuar assim me desejem sorte e eu já passei por muitas mas coisas na minha vida, meu maior sonho é ser cantora e eu sei que com Fé em Deus eu vou conseguir.. Obrigado e se alguém quiser me adicionar no msn, tamos ae eu vou aceitar lá: brubiis2@hotmail.com ;*

  22. @Vitória Cardoso
    você mora em que Cidade ? ‘

  23. Thay disse:

    Comecei a me cortar com 14 anos. Foi uma coisa passageira. Me cortava com pedaços da carteira da escola que eu quebrava. Com faca. Cheguei ao ponto de escrever o meu nome no braço esquerdo raspando com uma agulha. Mas foi só. E depois parei com isso. Até me envolvi com drogas mas tudo isso foi so nessa época. Coisa passageira. Depois nunca mais fiz nada disso. Nunca mais passou pela minha cabeça. Na época eu não imaginava o motivo de fazer esse tipo de coisa. Eu tinha o meu pai e mãe juntos e nunca sofri nenhum tipo de abuso. Ainda cresci na igreja. Hoje tenho 23 anos e estava analisando o motivo de fazer isso. Na época meus pais tinham se separado. E meu pai perturbava muito a minha mãe por causa da separação de bens. Eu via isso e a situação era muito ruim. Minha mãe criava 2 netos e eles eram crianças e faziam muita bagunça em casa. Eu era sozinha e de repente tinha dois moleques atentados pra eu lidar. Nunca me dei bem com meus sobrinhos. O filho mais velho dela morava lá tb. Ele é alcoolatra. Na época ele bebia e me perturbava, pegava no meu pé. (tenho mágoa da minha mãe por isso) Uma vez ele quase me agride fisicamente. Sem falar nas inúmeras vezes que ele gritou comigo bêbado. E acho que também devia sofrer por causa de paixonites na época. Me achava tão feia… era magrela. rrrsrsr Mas hoje eu estou bem demais. Nunca mais fiz ese tipo de coisa. Hoje eu sou feliz mas é óbvio que eu nunca vou esquecer esses problemas que passei. Quem sabe minha vida tivesse tomado outro rumo se meus pais tivessem continuado juntos. Talvez eu não sofreria agressões de um alcoolatra que nem é filho do meu pai. Meu pai não aturaria isso. Mas a minha mãe sim. Sempre passou a mão em tudo o que é errado. E por isso meu pai deixou ela. Por culpa dela. Confesso que senti falta do meu pai na minha adolescencia. :'( E hoje não temos um relacionamento afetuoso. Nem com ele e nem com a minha mae.

  24. jb disse:

    oi,meu nome e j. eu tenho 17 anos e me corto desde os 6 anos.eu descobri a dor em uma brida dos meus pais eles estavam se agredindo eu me enfiei no meio e eles me jogaram pro lado eu cortei a mao na mesa.no outro dua fiquei com medo deles e me escondi debaixo da mesa segurando as facas da cozinha e um revolver do meu pai.as facas escorregaram da minha mao e uma entrou no meu pulso esquerdo.eles se separaram quando tinha 7 anos desde entao moro a 1200 km do meu pai,o cara q me mostrou o amor pela musica.sofri bullying por 10 anos e sigo com um tio que abusou de mim desde meus 12 anos,uma mae amargurada um pai distante e ana mia.to tentando me superar mas sou timida e nao consigo demonstrar emoçoes a n ser quando atuo.meu sonho e ser atriz e cantora se alguem pudr me ajudar a realizalo fico grata.

  25. Alana disse:

    Meu nome é Alana tenho 13 anos e me corto a pouco tempo e faço isso pois tenho muitas brigagas coom meu pai e minha mae viu esses cortes e fico preocupada e falo pro meu pai dai meu pai fala que se eu não parar de fazer isso ele vai me surrar (meu pai não é de fazer esssas coisas) estou tentando parar mas não consigo é mais forte que eu

  26. C.M disse:

    Pratico o Cutting a quase 1 ano, tento parar já faz um tempo, mas todas as vezes que eu tento parar as tentativas são frustradas. Sou Fã da Demi e me inspiro numa frase dela ” Stay Strong ” nessa semana que eu fiquei sem me cortar todas as vezes que acontecia algo eu repetia. Stay Strong, Stay Strong, que em inglês quer dizer, fique forte. Então quinta-feira a noite não aguentei, ou eu me cortava ou eu acabava me matando, enfim, busquei tratamento mas isso não foi o suficiente. Tento parar, hoje estou com cortes no braço esquerdo, e na perna onde tem a Frase STAY STRONG. Vou tentar parar mas isso vai ser muito difícil.

  27. Taís disse:

    Olá, eu me chamo Taís, tenho 14 anos, eu pratico o cutting a quase um ano, eu tento me controlar, mas as vezes minha mãe me fala umas coisas que eu acabo tendo recaídas, eu me cortei pela primeira vez aos 13 quando meu padrasto tentou abusar de mim, eu procurei ajuda mas minha mãe “me obrigou” a não dizer a ninguém, eu não sabia o que fazer, eu procurei ajuda em psicólogos e psiquiatras, só que parei o tratamento por medo da minha mãe descobrir, minhas cicatrizes são bem profundas por isso eu sou obrigada a usar blusas de frio no verão e calças longas… Eu prometi diversas vezes que ia parar, mas sempre acabo tendo recaídas, e hoje eu vejo a quantidade de adolescentes que praticam o cutting é assustador ver como nos últimos anos este problema vem crescendo, eu tenho muita vergonha de mim, dos meus braços, eu sinto vergonha do meu problema, eu já tentei o suicídio diversas vezes, tomando remédios ou até me cortando, mas nunca dava certo, eu estou feliz porque hoje eu consigo reduzir o número e a profundidade dos cortes, eu me sinto feliz em saber que estou conseguindo parar.

  28. Priscila disse:

    Comecei a me cortar bem sedo e já tive varias crises já me cortei com bisturi vidro e faca tive tempos em que não conseguia ficar sem me cortar nem por um dia estou a beira de um colapso nervoso não pretendo parar póis não saberia viver sem isso

  29. Karina disse:

    tenho 14 anos e me corto ha aproximadamente 1 ano e meio. Comecei quando minha tia morreu. Eu via minha mão chorar e não resistia, mas eram apenas arranhões. Começou a aficar sério quando meu ex terminou comigo.Eu me afastei de todo mundo e me sentia uma pessoa completamente inutil, ja que ele me disse que eu fui uma perda de tempo. Era um alivio quando eu sentia a lâmina rasgar meu braço, mesmo sabendo que aquilo só me machucava mais. Não faço mais isso ha pouco mais de um mês pois minha mãe descobriu

  30. Raquel disse:

    Oi, eu tenho 10 anos e me corto desde fevereiro… Minha mãe começou a gritar comigo, não querer mais falar comigo, tenho problemas, e meu irmão esta sempre me ferrando na familia. Sempre alguém vem falar comigo sobre algumas mentiras contadas por ele.
    Comecei a me cortar porque queria falar o que eu penso, queria poder me expressar, queria poder não ter que chorar mais;
    Então o Cutting foi a saida mais rapida que eu tive para poder me expressar, expressar os meus sentimentos, as minhas dores. doi me cortar, mas alivia a dor do coração, estou com cicatrizes enormes nos braços e quando minha mãe viu, eu disse que tinha caido da escada. Minhas cicatrizes na perna estão grandes mas ainda consigo esconde-las. Minha antiga amiga me xinga muito, mas o bom é que minhas BFF’S estão sempre do meu lado e me ajudam, mas mesmo assim eu continuo com o Cutting. O engraçado é que a minha mãe nem percebeu que eu mudei.

  31. Rafaella disse:

    me corto a um ano, a causa é uma acumulação de dores e problemas, e isso se tornou insuportavel, uma vez li um texto sobre o cutting, resolvi experimentar e deu certo, a partir dai, nao cosegui parar, primeiro era um corte por mes, ai mudou, comecei a ficar dependente um corte ja nao era mais suficiente. vieram 3, 4, 5, 6.. de uma unica vez. comecei no braço, e como ja tem muitas cicatrizes, ouço piadinhas de gente idiota que não entende, apenas julga. passei a cortar a perna, é facil de esconder. na verdade o cutting em si é facil e rapido. a dor fisica é melhor que a dor do coração, e alem de tudo é viciante. nao me orgulho disso.

  32. valéria disse:

    oi, eu tenho 13 anos faz 1 ano que eu mim corto, meus pais não sabem disso, eu queria para mais sempre que eu tento para! eu fracasso 🙁 me ajuda

  33. vanessa moura disse:

    eu me corto a um ano,no começo parecia que ia ser so uma vez mas agora estou totalmente dependente

  34. Bruna disse:

    Faz 4 anos que me corto, tenho 15, a primeira vez que me cortei foi por um distrubio alimentar a anorexia, nessa fasse da minha vida eu recebia muitas críticas da minha família e de todos ao meu redor, uma vez meus familiares fizeram uma roda e o assunto era eu, me julgavam como se eu fosse a pior pessoa desse mundo, por estar doente eu tinha tudo pra eles menos uma doença e sem pesar peguei uma faca e comecei a me cortar e tornei a repetir sempre que isso acontecia, meus pais descobriram e o que ganhei foi mais criticas, julgamentos.

  35. S. disse:

    Oi , Meu Problema começou com os meus 11 Anoos , quando os meus colegas começaram com o Bullyng Poor eu ser Pequena e gordinha .. Minhas amigas sempre foram muito bonitas e as pessoas sempre gostavam mais delas , hoje Com Meus 14 Anos todas elas namoram e os namorados delas gostam de tirar sarro de mim , eu antigamente nao levava isso a serio , mais agora eu ja acho serio e quando me cortei pela primeira vez eu senti como se meu problemas tivessem indo embora , mais ai minha mae viu e ficou claro paralisada ela me fez prometer que pararia e eu prometi mais eu nao parei e continuei e pra piorar começei tambem a provocar o vomito pra ver se desengordo …. sou muito julgada pelos cortes mais ninguem sabe das provocaçoes , eu simplesmente nao irei parar e nao me arrependo de nada .

  36. lu disse:

    eu me corto, eu tenho crises e nao sei o q fazer , eu nao quero procurar ajuda , eu acho q eu nao tenho cutting, eu alivio minha raiva quando me corto , e eu fico com raiva sempre, eu nao consigo chorar ou demonstar q algo está errado , eu me mahuco sem perceber , já virou rotina e sempre escondo meus machucados . atualmente estou com os braços todos cheios de cicatrizes e adei um corte na mao ha pouco mais de 10 miinutos, entao resolvi procurar o pq déu fazer isso . parece q saio do mundo quando estou me cortando . mesmo que eu perceba e tente parar eu nao consigo mais . 

  37. rafa disse:

    eu me corto des do começo do ano pq eu começei a sofrer d+ na escola

  38. Ana disse:

    Começei a me arranhar quando estou com raiva, é um alivio, mas eu sei que é muito errado, meus pais á sabem e eu quero parar, mas quando eu me estresso por qualqer coisa eu me arranho, me arranho ate sangrar. Andei pesquisando e descobri que isso é provavelmente causa de minha insegurança, baixa auto estima e timidez.

  39. Miih disse:

    Estava a dois meses sem me cortar ontem tive uma recaída. Acho que tenho que me acostumar com essa droga.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.