Scroll Top

Saúde e Bem Estar

Diabetes Tipo I – Verdades e Mentiras Sobre a Doença

Diabetes Tipo I 

A diabetes tipo I é uma doença auto-imune cercada de crenças e histórias sobre sua causa e cura. São muitos os mal entendidos em relação à doença e a falta de esclarecimento pode gerar certas confusões e situações que podem ser evitadas.

Diferença da Diabetes tipo 1 e 2

Diferente do que parece, a causa de um a pessoa ter a diabetes tipo I não está relacionado ao consumo excessivo do açúcar. Esta condição esta relacionada ao diabetes tipo II, que é o adquirido devido a maus hábitos alimentares. A diabetes tipo I é causada pela ou quase falência do pâncreas onde as células betas, produtoras da insulina no pâncreas, são atacadas por anticorpos que as vêem como uma ameaça para o corpo.

Após a falência do pâncreas, o diabetes não tem cura ainda, e deve ser tratada com um controle diário dos níveis de glicose no sangue, dieta sem açúcar e pouco carboidratos, mais legumes, hortaliças e frutas com menos açúcar e o uso da insulina, tudo bem monitorado e orientado por um médico endocrinologista.

dúvidas-sobre-diabetes-tipo-i-verdades-e-mentiras--

Tratamento da Diabetes tipo 1

A insulina não vai curar a diabetes tipo I e sim controlar os níveis do açúcar no sangue. Ela deve ser administrada com orientações médicos para evitar a hiperglicemia e a hipoglicemia. Com o passar do tempo, a pessoa com diabetes vai se habituar ao controle, fazendo-o de forma mais correta possível, evitando picos ou falta de açúcar no sangue.

O uso diário da insulina não vicia e se faz necessário porque o corpo deixa de produzi-la e o processo de reposição do hormônio tão importante para o controle dos níveis da glicose é feito pelo portador da diabetes tipo I diariamente.

Dieta para Diabetes tipo 1

Não existe dieta para diabéticos e sim dieta saudável, equilibrada, sem açúcar branco, somente adoçante e com moderação, com baixo teor de gordura, alimentos integrais, verduras, frutas e legumes.

Existe um mito em relação à causa do diabetes tipo I, onde acredita-se que ela é diagnosticada na vida de uma pessoa após um trauma pessoal, um choque, estresse forte ou raiva, o que não é verdade.

Uma pessoa com diabetes tipo I pode ter picos de glicose no sangue após um estresse, nervoso, forte emoção ou medo, onde a liberação da adrenalina pode levar ao aumento do açúcar no sangue, um processo natural do corpo humano em qualquer pessoa com ou sem diabetes.

Complicações do Diabetes

Tanto a diabetes tipo I como o diabetes tipo II ou a MODE podem vir a ter complicações futuras se não forem bem controladas, como amputações de membros, cegueira, falência renal. O controle bem feito previne estas complicações.

O diabetes tipo I pode acometer crianças e adultos de em média até 35 anos, podendo ter exceções. Uma criança com diabetes vai crescer normalmente e deve ter cuidados especiais como um adulto.

Mulheres com diabetes podem gerar filhos como qualquer outra, mas devem ou é interessante manter a hemoglobina glicada (controle médio das últimas níveis de glicose no sangue) entre 5.5. Uma diabete controlada vai acarretar numa gravidez tranqüila para a mamãe e ao bebê.

Cuidados

Não existem chá e remédios milagrosos para a diabetes tipo I, o que controla o açúcar é a aplicação da insulina, uma dieta saudável recomendada pelo seu médico e a pratica regular de exercícios físicos, tão importantes para pessoas com diabetes. Como atua no corpo como a insulina, é preciso antes da pratica de atividades físicas a medição dos níveis da glicose no sangue para evitar hipoglicemia.

Fique atenta a sinais como levantar várias vezes à noite para urinar, beber muita água, emagrecer repentinamente, cansaço, pode ser sinal de diabetes, faça exames de controle de tempo em tempo.

Escreva seu comentário.

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Diabetes Tipo I – Verdades e Mentiras Sobre a Doença!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: