Lição de casa

DNA: Transcrição e Tradução, Tipos de RNA

DNA: Transcrição e Tradução, Tipos de RNA

dna-iO genoma humano contém todas as informações de um indivíduos, informações essas que ficam "armazenadas" no DNA. O DNA é formado por genes que codificam, dentre outras coisas, a síntese de proteínas. Entretanto, para que essa síntese aconteça é necessário que as informações presentes no DNA, que se encontra no núcleo da célula, sejam levadas até o RNAribossômico (rRNA).

O processo que permite o transporte dessas informações recebe o nome de Transcrição e acontece com a ajuda de um outro tipo de RNA, o RNAmensageiro. Para que isso aconteça, entram em ação helementos como helicases e RNApolimerases, enzimas que separam a dupla fica de DNA e sintetizam um RNA complementar a cada uma delas, respectivamente.

Em eucariotos a síntese do mRNA é feita pelas RNApolimerases, que levam a formação de uma simples fita complementar a cada uma das fitas do DNA. Depois de sintetizado, esse mRNA é levado até o rRNA, aonde será traduzido com a ajuda do RNAtransportador (tRNA).

 

O tRNA possui em sua estrutura um anticódon, que se liga à sequência complementar do mRNA, e uma região de ligação e transporte do aminoácido correspondente a esse anticódon. Com isso, logo que o tRNA identifica a sequência certa, com a ajuda do rRNA, há a liberação do aminoácido indicado para a formação polipepctídica. Esse processo se repete até o aparecimento de um códon de parada, que indica que a proteína em questão já foi totalmente sintetizada.

Mas e você, o que achou das informações que nós separamos sobre os processos de transcrição e tradução do DNA, para a síntese de proteínas? E do vídeo que nós separamos? Deixe o seu comentário aqui no blog Essas e Outras.

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.