Lição de casa

Escravidão no Brasil Colonial: Tráfico Negreiro de Escravos Africanos

Escravidão no Brasil Colonial: Tráfico Negreiro de Escravos Africanos

.Escravidão no Brasil Colonial: Tráfico Negreiro de Escravos Africanos

Escravidão no Brasil – Com o sucesso da Produção de Açúcar no Brasil a mão-de-obra indígena se tornou insuficiente e apesar de barata precisou ser substituída. Como os portugueses já possuíam certa experiência com o cultivo da cana-de-açúcar não tiveram dúvida na hora de optar pelos Escravos Africanos.

Em pouco tempo a escravidão negra tinha predominado a indígena e os escravos exerciam funções que iam desde a mineração aos serviços domésticos. Entre os fatores que explicam esse predomínio estão os citados na tabela abaixo. Confira:

.Os portugueses foram os primeiros a realizar o comércio de escravos africanos através do Atlântico. O Tráfico Negreiro se dava por navios que transportavam mercadorias até a costa africana onde elas eram trocadas pelos escravos. Depois homens, mulheres e crianças eram vendidas aos colonos americanos sendo submetidos a todos os tipos de abusos e explorações.

Os Navios Negreiros como eram chamados, transportavam os escravos que eram vendidos em condições deshumanas. A viagem que durava até dois meses era feita em porões escuros onde a água era suja e ao alimento insuficiente. A viagem era tão terrível que até 25% dos escravos morriam ainda durante a viagem.

.Chegando no Brasil os escravos recebiam atribuições e eram alojados em construções ainda mais precárias. Sua rotina de trabalho era intensa e os castigos cometidos sempre que algo de errado acontecia. Ainda assim os africanos contribuiram para o enriquecimento da nossa cultura.

Como forma de resistência os africanos mantinham fortes suas origens com danças, lutas, ritos religiosos e a culinária. Sempre que conseguiam fugir se agrupavam nos chamados Quilombos onde realizavam atividades voltadas ao sustento de toda a comunidade, sendo que eram sempre obrigados a mudar sua localização fugidos.

.O Quilombo dos Palmares foi o mais importante de nossa história. Lá eles criavam gado, cultivavam alimentos e realizavam até mesmo comércio. O abrigo dos escravos fugidos sobreviveu a ataques por mais de 65 anos e abrigou mais de 20 mil africanos até ser destruído pelos bandeirantes.

Com a Abolição da Escravatura em 1888 os problemas continuaram já que o desemprego e a falta de oportunidade fez com que os africanos fossem abandonados e marginalizados. Mesmo com todas as dificuldades homens, mulheres e crianças africanas mantiveram-se fortes e mostraram possuir uma perseverança única.

Escreva seu comentário sobre a Escravidão no Brasil Colonial.

Assuntos do Artigo:
  • escravidão no brasil
  • escravidão no brasil resumo
  • predomínio da escravidão africana
  • trafico negreiro resumo
  • imagens dos africanos chegando ao brasil

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. leticia disse:

    nossa ainda bem que a escravidao no brasil acabou por um ladoservio de exemplo que nao esta serto fazer isso por outro acabou com a vida de milhares de pessoas

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.