Scroll Top

Curiosidades

Esportes Perigosos – Desafiando a Morte por Prazer e Dinheiro

 Esportes Perigosos – Desafiando a Morte por Prazer ou Dinheiro

 O Clube dos Esportes Perigosos, com sede em Oxford na Inglaterra é uma associação de excêntricos que agem com ousadia num mundo assustadiço e superprotegido. O que para a maioria era uma loucura, para os sócios do clube é agir com ousadia. David Kirke, sócio fundador, saltou em 1982 da ponte Royal Gorge, a 320m sobre o rio Arkansas, no colorado. Preso à ponte por uma corda elástica atada ao tornozelo. A 260m a corda se distendeu até o limite e Kirke, quase inconsciente balançou duas horas antes que os companheiros conseguissem içá-lo.

Hoje, saltar numa corda elástica é uma atração em parques de diversões, mas sempre tem “maluco’ que desafia a morte e o perigo saltando de alturas maiores.

Na antiga Creta, os “saltadores de touros” esperavam que o animal investisse, agarravam-lhe os chifres e saltavam sobre o dorso do animal. No rodeios muito famosos e concorridos das cidades do interior do Brasil, uma das provas é montar um touro bravo em pêlo segurando um cabresto com apenas uma das mãos. O vencedor é quem ficar mais tempo sobre o animal.

Hugo Zacchini, em 1929 voou 40 m após ser lançado por um canhão de ar comprimido, a 130km/h.  Em meados de 1870, o artista circense norte-americano John Holtum apanhava balas de canhão à queima roupa com as mãos. Em 1934, Hugo e seu irmão deixaram o público boquiaberto ao serem lançados simultaneamente de um canhão num circo de Nova York.

Esses desafios nem sempre dão certo. O espetaculador Harry Houdini, especialista em libertar-se de correntes e amarras, convidava o público a socá-lo com força no estomago e resistia o impacto retesando os músculos. Porém em 22 de outubro de 1926, levou um soco antes de ter tempo de se preparar e morreu seis dias depois, com ruptura do apêndice. Isso prova que desafiar a morte pode ser altamente perigoso.

.Muitos artistas de circo fazem números perigosos para ganharem a vida, mas pessoas como George Willig, que escalou a parede do World Trade Center de Nova York em 1977 sem cordas, ou Jaromir Wagner, o tcheco que voou sobre o Atlântico atado à fuselagem de um avião em 1980, têm como único motivo o amor ao perigo.

Fonte – Reader’s Digest – Você Sabia – Uma nova forma de ver o mundo espantoso e fascinante em que vivemos.

O que você acha destes esportes perigosos???Gostaria de praticá-los?? Deixe seu comentário.

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Esportes Perigosos – Desafiando a Morte por Prazer e Dinheiro!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: