Scroll Top

Resumos

Estrutura da Matéria – A Eletrosfera – Resumo de química

Estrutura da Matéria – A Eletrosfera – Resumo de química

Niels Bohr, que ganhou o prêmio Nobel de Física em 1922, estudou a eletrosfera por meio das emissões de luz por elétrons. Essa pesquisa mostrou o espectro atômico, que é o registro fotográfico desse fenômeno.

A luz é uma onda eletromagnética, que é capaz de percorrer o vácuo. Ou seja, é uma onda que não necessita de um meio material para se propagar. Por meio da frequência da onda eletromagnética e uma constante de proporção, podemos determinar a energia que a onda armazena.

estrutura-da-matéria-a-eletrosfera-2

 

 

A emissão de luz ocorre por meio de átomos estáveis ou íons através de um mecanismo chamado transição eletrônica. O átomo, por exemplo, absorve energia do meio ambiente, e, com isso, o elétron pula para uma camada mais energética. Mas esse estado não é estável, e o elétron acaba retornando ao nível menos energético no qual se encontrava, e a energia absorvida é eliminada por meio da emissão de luz.

Com isso, os cientistas começaram a ter uma noção mais exata da eletrosfera. Ela é formada por camadas, nas quais existem subníveis de energia.

Quando um átomo não absorve energia, ele apresenta-se no seu estado fundamental. Esse estado significa que os elétrons desse átomo estão nos subníveis menos energéticos. Desse modo, para que possamos determinar a distribuição dos elétrons na eletrosfera de um átomo, basta seguirmos a sequência crescente de energia dos subníveis e as suas capacidades de comportar elétrons.

Existe um diagrama que ajuda a deduzir a distribuição eletrônica por subníveis de energia.

estrutura-da-matéria-a-eletrosfera-3

A sequência crescente de energia dos subníveis é:

estrutura-da-matéria-a-eletrosfera-5

O subnível menos energético é o 1s2, e o mais energético é o 7p6.

O subnível s composta 2 elétrons, o p comporta 6, o d comporta 10 e o f comporta 14. Os números que estão antes das letras representam a camada energética na qual estão os subníveis.

1 – K – comporta dois elétrons

2 – L – comporta oito elétrons

3 – M – comporta 18 elétrons

4 – N – comporta 32 elétrons

5 – O – comporta 32 elétrons

6 – P – comporta 18 elétrons

7 – Q – comporta oito elétrons

Podemos prever a configuração eletrônica dos átomos com base nas informações apresentadas anteriormente.

Os processos de emissão de luz recebem nomes específicos, que dizem um pouco a respeito de como o processo acontece.

estrutura-da-matéria-a-eletrosfera-4

Incandescência é o processo que utiliza fonte energética térmica (calor), e apresenta transição eletrônica rápida.

Fluorescência é o processo que utiliza fonte energética não térmica, e apresenta transição eletrônica rápida.

Fosforescência é o processo que utiliza fonte energética não térmica, e apresenta transição eletrônica lenta.

Quimiluminescência é o processo que utiliza fonte energética química, por meio das reações químicas. A transição eletrônica pode ser rápida ou lenta, variando conforme o tipo de reação.

Bioluminescência é o processo que utiliza energia proveniente do metabolismo dos seres vivos. A transição eletrônica é rápida.

Escreva seu comentário sobre o resumo de química da estrutura da matéria, a eletrosfera.

Fonte –  Apostilas do cursinho pré-vestibular Etapa. 

Assuntos do Artigo:
  • eletrosfera
  • estrutura de eletrosfera
  • Resumo da materia quimica

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Estrutura da Matéria – A Eletrosfera – Resumo de química!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: