Notícias

Greve do Metrô em São Paulo – Últimas Notícias da Paralisação

Greve do Metrô em São Paulo – Últimas Notícias da Paralisação

greve-do-metrô-em-são-paulo-últimas-notícias-da-greve-do-metrôgreve do Metrô dia 05 de junho de 2014 em São Paulo vai acontecer e está preocupando muita gente. Sem metrô a cidade vira um caos e os milhões de trabalhadores que precisam se locomover de casa ao trabalho e vice-versa sofrem demais com esta condição.

A proximidade da Copa de Mundo de 2014 no Brasil, também causa muita preocupação, no transporte da população brasileira e turista que estão chegando para ao evento futebolistico, sabendo também que a copa  tem influenciado muito nestes movimentos grevistas. A pressão no ano da Copa por aumento não é uma simples conincidência.

Bom, afinal terá ou não greve do Metrô dia 05/06/2014? A resposta vai ser discutida hoje, dia 04 de junho após a assembleia às 18h30 e o resultado da reunião entre as partes interessadas às 11h. Os reajustes pedidos são de um aumento de salário de 35,47% contando o reajuste pelo IGPM e 25,5% de acréscimo por produtividade e perdas salariais acumuladas.

A proposta de aumento do Metrô foi rejeitada, já que foi ofercido 7,8% de aumento em negociações anteriores. As negociações feitas em uma nova reunião entre o Sindicato dos Metroviários de São Paulo e representantes do Metrô hoje às 11h, tentando evitar a greve do metrô em São Paulo, finalizando a decisão no início da noite na assembleia não foi aceita.

O governo ofereceu 8,7%, que foi rejeitado pelo sindicato, foi oferecido então um aumento no vale refeição e alimentação, resultando num aumento de 10,6% a 13,3% para a categoria, mas também não foi aceito.

O sindicato dos metroviários quer agora 16,5% para suspender a greve de amanhã, dia 05 de junho de 2014. Na assembleia marcada para hoje às 18h30 será resolvido o desfecho da história.

O acordo não foi aceito pelos metroviários, que recusaram a proposta salarial do Governo do Estado. A greve do Metrô de São Paulo terá início na madrugada de quinta-feira, dia 05 de junho de 2014.

O governo de São Paulo, em especial o governador Alckmin descartou a possibilidade de catracaço ou seja catraca livre se a greve do Metrô acontecer e diz acreditar no bom senso da categoria para evitar o desconforto e prejuízo dos usuários evitando a greve do Metrô.

O rodízio de carros foi suspenso no período da greve.

Escreva seu comentário sobre a greve do Metrô do dia 05 de junho de 2014, quinta-feira.

Assuntos do Artigo:
  • greve em são paulo notícias
  • uol greve

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.