Scroll Top

Música

História do Samba na Música Popular Brasileira, o DIP e Getúlio Vargas

Confira aqui no blog Essas e Outras a história do Samba na Música Popular Brasileira, veja tudo sobre o DIP e a influência do presidente Getúlio Vargas.

 

 História do Samba na MPB

Samba, é um gênero da MPB – Música Popular Brasileira de origem afro-Baiana que nasceu nas casas de “tias” baianas da Praça Onze, centro do Rio de Janeiro, e tinha continuação na chamada “pequena África” da Pedra do Sul à cidade Nova.

O samba está em várias regiões do país, mas como gênero musical é conhecido como uma expressão musical urbana do Rio de Janeiro, onde nasceu no final do século XIX e início do século XX, a partir da concentração no local de descendentes africanos em busca de trabalho e de uma vida melhor após a libertação dos escravos.

Samba no início do século XX

Nas primeiras décadas do século XX no Brasil, a temática do samba estava voltada para a malandragem, como uma forma de rejeição ao trabalho. A classe operária da época era formada por muitos escravos, que “deixando a escravidão” foram jogados no mercado de trabalho, sem preparo nenhum para competir com os brancos e imigrantes que chegavam da Europa. Era um trabalho pesado, com escravidão dos horários impostos, tratamento humilhante, injusto, condições miseráveis, sem moral e sem motivação por parte alguma, muito menos monetariamente, longe de ser considerada uma atividade digna.

Poucos alcançavam êxito no que faziam a ponto de sentir satisfação. Esta insatisfação foi refletida na música, surgindo então à figura da malandragem, um atraente modo de vida, onde a instituição era de favores e clientelismo, venda de proteção a comerciantes. Os trabalhadores eram chamados de “otários”.

Getúlio Vargas na história do Samba

Getúlio Vargas que era então Presidente do Brasil criou o DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda com a finalidade não só de fazer censura prévia, aos meios de comunicação, mas também com a intenção de elaborar e impor seu ideal, um projeto de construção de um país através do trabalho.

Foi nesse contexto que às escondidas e sorrateiramente através do DIP, Getúlio Vargas prosseguiu na tentativa de alcançar seus objetivos, e assim, seduzindo e convencendo, usou o samba, sempre muito popular entre a massa, e o rádio, um excelente meio de comunicação como seus aliados, regulamentando e organizando o carnaval, inaugurando as regras do desfile de samba e concedendo premiações para as melhores músicas e para as escolas que se destacassem.

A partir daí, o Estado Novo investiu pesado no uso da música como veículo de sua ideologia exaltando o trabalho, chegando a distribuir verbas a escolas de samba, com a condição de que trocassem temas que evocassem a malandragem por temas nacionalistas e patriotas incentivando ao trabalho. Os problemas sociais ficavam escondidos, era proibido mencioná-los.

Você gosta de Samba??? Deixe seu comentário da nossa matéria sobre a história do Samba.

Assuntos do Artigo:
  • samba na era vargas
  • o samba na era vargas
  • historia da musica samba

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à História do Samba na Música Popular Brasileira, o DIP e Getúlio Vargas!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: