Scroll Top

Informação

Luta contra Violência às Mulheres no Oriente Médio: História Chocantes

.

.

…………..Com certeza você já ouviu falar na violência sofrida pela mulheres no Oriente Médio. Lá as leis machistas fazem delas objetos que podem ser descartados quando necessário sendo que devem ser severamente punidas caso desagradem de alguma forma o marido ou algum homem.

…………..Os homicídios, torturas, estupros e agressões são constantes e muitos são abafados pelas autoridades locais que “não entendem” seu modo de agir e garantir a ordem. Neste post nós vamos mostrar alguns casos que ganharam repercussão mundial e mostram que devagar, fazemos alguns avanços nesse sentido.

…………..Quem não se lembra da imagem de Aisha mutilada na capa da revista “Times”?! A moça teve o nariz e as orelhas arrancados pelo marido talibã e comoveu o mundo com sua história de sofrimento e superação. Vendida pelo pai para um guerreiro talibã aos 12 anos, Aisha passou a ser abusada e obrigada a dormir num estábulo com animais.

…………..Numa tentativa frustrada de fuga, Aisha sofreu as mutilações por ter “manchado a honra do marido” e foi largada numa montanha ainda desmaiada. Todos acreditavam que ela morreria mas mesmo ferida, a jovem conseguiu chegar a casa do avô, de onde foi enviada a um posto médico e tratada durante dez semanas. Só depois com o apoio de uma família americana, ela conseguiu ser enviada aos Estados Unidos e hoje exibe uma prótese.

.

Capa da revista e Aisha com a prótese

.

…………..Quem pensa que a história de Aisha é um caso isolado está muito enganado. De acordo com estimativas das Nações Unidas, quase 90% das afegãs sofrem algum tipo de abuso doméstico. E isso não acontece só no Afeganistão.

…………..O Paquistão resolveu endurecer suas leis contra o ataques com àcidos a mulheres. Parece mentira mas esse tipo de agressão tem se tornado cada vez mais frequente no país e nem mesmo as filhas escapam da violência desumana. É esse o caso de Shazyia. A menina juntamente com a mãe, Azim Mai, teve ácido jogado no corpo pelo próprio pai.

…………..O motivo da agressão é ainda mais chocante. Azim não quis vender outros dois filhos a um homem de Dubai que os usaria supostamente como condutores de camelos. A menina Shaziya sofreu queimaduras no braço, tórax, abdome e rosto enquanto a mãe teve o rosto praticamente desconfigurado.

…………..Outro caso é o da paquistanesa Zafer Iqbal . Ela foi atacada após se recusar a iniciar um relacionamento com um homem. Os ataques com ácido se tornaram tão frequentes no país que existe até mesmo uma Fundação de Sobreviventes de Ácido, em Islamabad.

…………..O que dizer então do video onde um homem ensina maridos a agredirem suas mulheres caso elas cometam alguma desobediência. Claro, não pode haver sangramento ou contusões, mas o resto está liberado. (vê se pode!) Esse tipo de comportamento já faz parte da cultura da grande maioria desses homens e muitas mulheres acabam acreditando que merecem as agressões que sofrem.

…………..Em outros países do Oriente Médio como o Marrocos, mulheres são chicoteadas ou apedrejadas até a morte em caso de adultério ou algo do tipo. A pena se estende aos homens, mas não temos como comparar a proporção entre as agressões cometidas contra homens e mulheres. É como se a culpa fosse sempre da mulher.

…………..Faça agora mesmo a sua parte participando do abaixo assinado a favor da libertação de Iman al-Obeidi, advogada que foi agredida e estuprada pelos homens de Kadafi e agora está presa sendo torturada. Clique aqui e deixe sua assinatura.

…………..Mas e você, o que acha dessa situação??? Mostre a sua indignação e nos ajude a mostrar ao mundo que estamos nessa luta.

Assuntos do Artigo:
  • mulheres do oriente
  • machismo no oriente medio
  • violencias sofridas pelas mulheres no oriente

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Luta contra Violência às Mulheres no Oriente Médio: História Chocantes!


1 Comentário

  1. Luana disse:

    Isso e uma vergonha espancar estuprar e matar as mulheres neste caso sendo sua mulher isso tem que mudar

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: