Livros e Literatura

Mansfield Park, Jane Austen: Resenha do Romance, Tudo sobre o Livro

Mansfield Park, Jane Austen: Resenha do Romance, Tudo sobre o Livro

Mansfild Park Jane AustenA escritora inglesa Jane Austen, que viveu de 1775 a 1817, foi um dos grandes nomes da literatura mundial de seu tempo e até os dias de hoje alcança um público gigantesco em todas as gerações. Dona de uma escrita impecável e marcada por grande ironia, ela foi capaz de fazer grandes crítícas à sociedade em que vivia tornando muitos aspectos de sua obra atemporais.

Estão entre as obras mais famosas de Jane Austen os livros "Orgulho e Preconceito", "Razão e Sensibilidade", "Persuasão", "Emma", "Mansfield Park" e "A Abadia de Northanger". Neste post nós resolvemos preparar uma resenha do livro Mansfield Park com a menor quantidade de spoilers possível, para que você possa ler o livro depois e se surpreender com o seu desfecho. Confira:

Resenha de Mansfield Park de Jane Austen

 O livro começa contando a história de três irmãs que tomaram rumos um tanto quanto diferentes em suas vidas. A mais velha, srta. Maria Ward, se casou com o grande proprietário de Mansfield Park se tornando a rica sra. Bertram. A do meio se casou com o sr. Norris, que contou com a ajuda do sr. Bertram para levar uma vida confortável próximo à sua propriedade. Já a filha caçula, srta. Frances, casou-se com um tenente dos fuzileiros contra a vontade da família, tendo os seus laços de sangue rompidos diante da desonra que causou aos pais e as irmãs.

Com o passar dos anos a irmã mais nova se vê em apuros, com uma renda familiar muito pequena e muitos filhos para sustentar. É quando decidir revogar os laços familiares numa carta e é respondida pela sra. Bertram com o interesse pela reaproximação das duas famílias. Querendo ajudar a irmã desafortunada, sra. Norris sugere que escolham uma de suas filhas para criarem em Mansfield Park, com todo o conforto e esperança de um futuro melhor. A sugestão é aceita e logo a pequena Fanny, uma jovem tímida e frágil é enviada até a suntuosa propriedade que será agora o seu novo lar.

Apesar da boa intenção da proposta, a vida de Fanny na casa da tia e das primas não se mostra tão feliz quanto deveria. Sempre tratada de modo diferente, ela não cresce se sentindo não merecedora do que lhe foi feito, vivendo à disposição de todas as vontades das tias das primas. A consciência de uma condição social inferior, que lhe é renovada diariamente pela chata sra. Norris, desenvolve em Fanny uma personalidade modesta e abnegada, fazendo da jovem uma garota amável e muito simples. Esse temperamento doce atrai as atenções de seu primo Edmund, um jovem muito bom que se torna o seu protetor e confidente em Mansfield Park.

Com a morte do sr. Norris, o sr. Bertram convida o sr. Grant, um outro presbítero para se ocupar das funções cléricas da propriedade. A presença dos novos moradores logo amplia o círculo de amizades dos moradores de Mansfield Park com a chegada da srta. Crawford e do sr. Crawford, os irmãos da sra. Grant. Os dois jovens solteiros logo conquistam todas as atenções dos quatro filhos de sra. Bertram: Tom, Edmund, Maria e Júlia. As meninas ficam logo encantadas com os modos do sr. Henry Crawford enquanto Tom e Edmund demonstram grande interesse pela aparência da srta. Mary Crawford. Pouco depois sr. Bertram precisa de ausentar para resolver negócios, deixam a casa sob os cuidados de Edmund e posteriormente do primogênito, Tom. 

Ciente do interesse despertado, o sr. Henry Crawford decide se divertir com os sentimentos das duas irmãs mesmo sabendo que a mais velha, Maria, já está noiva do sr. Rushworth, dono de muitas libras anuais e uma grande propriedade próxima a Mansfield Park. Seu interesse nas duas irmãs fica mais evidente quando o grupo decide ensaiar uma peça teatral, sob protestos de Edmund que acredita que o pai desaprovaria tal ideia. Mesmo sem seu apoio o plano segue e permite também uma aproximação do próprio Edmund com a jovem Mary Crawford. 

O retorno inesperado do sr. Bertram confirma os receios de Edmund fazendo com que o projeto de peça teatral seja abortado.O pai logo providencia o casamento de Maria com o sr. Rushworth, acabando com as esperanças entre ela e Henry Crawford, não antes que Júlia percebesse a preferência do rapaz pela irmã mais velha e passasse a sentir por ele um grande ressentimento. Com o casamento de Maria e a partida de Júlia, que vai como sua acompanhante, a casa fica mais vazia e a amizade entre Fanny e a srta. Crawford fica ainda mais estreita. Diante das frequentes visitas de Fanny à casa dos Grant, Henry tem a ideia de tentar conquistar a moça, apesar de não conseguir a aprovação da própria irmã no plano.

Nos capítulos que se seguem os leitores acompanham o jogo de sedução de Henry e suas inúmeras tentativas fracassadas de conquistar as atenções de Fanny. A jovem, além de ter acompanhado o jogo duplo dele com as próprias primas e por conta disso fazer um péssimo julgamento dele, possui um temperamento que parece à prova de investidas amorosas desse tipo. Ao mesmo tempo, Edmund pondera seus sentimentos e considera fazer um pedido de casamento à srta. Crawford, não muito certo se ela o aceitará e se será feliz com a vida que tem a lhe oferecer.

Para saber como acaba essa história é preciso ler Mansfield Park ou assistir a algumas das versões de filmes inspirados na obra de Jane Austen!

Mas e você, o que achou da resenha que nós preparamos do romance Mansfield Park? Qual outro livro de Jane Austen você conhece? Deixe o seu comentário aqui no blog Essas e Outras. 

Assuntos do Artigo:
  • Resenha do livro Mansfield Park jane Austen

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.