Filmes e Cinema

Nova York Sitiada Resenha do Filme – Resumo Crítico Terrorismo nos EUA

filme-nova-yok-sitiadaResenha do filme "Nova York Sitiada" – 1998

Nova York Sitiada é um filme do diretor Edward Zwick que mostra a maior cidade dos Estados Unidos sob um surto de atentados terroristas após o sequestro de um líder religiosos islâmico.

Em meio ao horror de explosões e mortes de civis nos é apresentado o casal de protagonistas: o agente do FBI Anthony, um homem de princípios fortes que sonha em tornar o mundo um lugar melhor, e a oficial da CIA Elise Kraft, que tem uma forte ligação com um palestino chamado Samir.  Os dois passam a investigar a relação entre os atentados a bomba que os americanos têm sofrido, mas a persistência dos atentados faz com que o governo recorra a uma intervenção militar drástica, que fere os direitos dos imigrantes islâmicos.

Neste momento do filme é mostrado o nacionalismo desmedido que leva a práticas odiosas na figura do general William Deveraux. Crente de que a intenção de fazer o melhor para a nação justificaria seus atos, ele ordena a tortura e morte de um imigrante de orientação islâmica, que mais tarde se mostraria inocente. É clara a analogia que se estabelece entre a prática do general e as ações tomadas pelo governo norte-americano em sua política da "Guerra do Terror".nova_york_sitiada_

A crítica fica ainda mais contundente com o discurso de Anthony, que evidentemente se opõe às atitues abusivas e mostra que não é possível combater a violência com mais violência.

Outra analogia interessante é a que se estabelece entre a trajetória da oficial da CIA Elise e a intervenção dos EUA no Oriente Médio. Isso porque quando interrogada sobre sua real motivação para deter os terroristas, ela confessa sua parcela de culpa por ter, num outro contexto, incentivado e treinado aqueles que agora matavam inocentes “em Noé de Deus”. Seu fim trágico mostra uma perspectiva não muito positiva àqueles que não mediram esforços e acabaram envolvidos numa guerra sem vencedor.

Não se pode esquecer do oficial de origem árabe, Frank, um profissional competente que dedica sua vida ao combate ao terrorismo e acaba tendo seu filho preso e sua vida afetada pela perseguição aos imigrantes no bairro do Brooklyn, Fica clara aí a crítica feita a generalização e estereotipação do povo muçulmano.

Em suma o filme não surpreende ao mostrar o herói repleto de ideais representado pelo agente do FBI, mas se destaca por adotar uma postura mais crítica e racional em relação à forma como os EUA combate o terrorismo. Sem apelar para o tradicional maniqueísmo árabes x norte americanos, ele traz uma visão bastante realista do quanto precisa ser feito para que o terrorismo seja combatido de forma eficaz e justa em todo o mundo.

Mas e você, o que achou de "Nova York Sitiada"? E da resenha do filme que nós preparamos? Deixe o seu comentário aqui no blo Essas e Outras.

Assuntos do Artigo:
  • resumo do filme nova york sitiada

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.