Scroll Top

Educação Musical

Música Barroca – Conheça a história e seus compositores

Música Barroca – Conheça a história e seus compositores da música Barroca

Música Barroca

Música Barroca – São consideradas parte do período Barroco, músicas compostas entre os anos de 1600 e 1750.

 A palavra “Barroco”, que significa em português “pérola deformada” nos passa o conceito das manifestações artísticas deste período, como a arquitetura e a própria música.

Principais compositores da Música Barroca

 Os principais compositores da Música Barroca foram: Johann Sebastian Bach, Antonio Vivaldi, Giovanni Battista Pergolesi, Jean-Baptiste Lully, Arcangelo Corelli, Claudio Monteverdi, François Couperin, Jean-Phillipe Rameau, Henry Purcell e George Friederick Handel.

O período Barroco foi muito importante para a história da música, estabelecendo o sistema tonal com as escalas maiores e menores.

A origem da Era Barroca teve muita influência dos compositores ligados a Camerata Fiorentina (grupo de intelectuais e artistas que se reuniam em Florença para estudar e debater temáticas filosóficas e artísticas)  que desejavam expressar os "afetos' humanos de maneira direta por uma voz solista.

Aspectos importantes da Música Barroca

No período da música Barroca é importante estudar alguns aspectos como:

  •    Expressão musical dramática.
  •    Monodia – Música para uma só melodia (voz) com acompanhamento.
  •    Solistas vocais.
  •   Basso Continuo – Tipo de acompanhamento contínuo notado somente com a linha do baixo com ou sem cifras, usual para um instrumento grave capaz de sustentar as notas (violoncelo, ou fagote, ou viola da gamba,…) e um instrumento harmônico (orgão, tiorba ou cravo,…)
  •    Ópera – Dramma per musica
  •    Importante ligação entre texto e música
  •    Novas técnicas instrumentais: como o Pizzicato e o tremolo.
  •    Estilo concertato – contrastes sonoros entre os instrumentos solistas ou pequenos grupos de instrumentos solistas e a orquestra.
  •    Formas combinando instrumental e vocal – Cantata , oratório.
  •   Notes inégales – técnica para tocar com "swing" pares de notas escritas com duração igual, alternando valores mais longos e mais curtos dentros dos pares. O grau de inegalité varia com o contexto. Procedimento típico da prática musical do barroco francês.
  •    Aria – muitas vezes Da capo (forma A B A), ou com ritornello ( repetições instrumentais curtas interrompendo os trechos vocais).
  •   Escrita idiomática valorizando as propriedades de cada instrumento musical.
  •   Amplo uso de ornamentações.
  •  Instrumentação bem mais precisa (com instrumentos definidos nas partituras) do que no período renascentistas, apesar de haver ainda muitas excessões.
  •   Desenvolvimento ainda maior do escrita virtuosística para instrumentos e vozes.
  •   Cadenza – extensa seção virtuosística (escrita ou ornamentada / improvisada) para o solista próxima ao final de um movimento de um concertato ou de uma aria.
  •     Desenvolvimento do sistema tonal – Escalas maiores e menores.

Escreva um comentário aqui no blog EssaseOutras sobre a matéria da música Barroca.Obrigada pela visita e até mais.

Assuntos do Artigo:
  • musica barroca
  • historia da musica barroca
  • o que é musica barroca
  • compositores de musica barroca e suas obras
  • principais obras da musica barroca
  • principais caracteristicas da música barroca
  • obras da-musica barroca

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) (2 Votos, Média: 5,00 out of 5)
Loading...

Artigos Relacionados à Música Barroca – Conheça a história e seus compositores!


6 Comentários

  1. bruna disse:

    muito bom

  2. André disse:

    monofonia e os seus conceitos e formas musicais na época do barroco

  3. Adrielly disse:

    Muito bom ! Consegui entender para fazer o trabalho da MPB!!!

  4. gislayni disse:

     muiito booa essa explicaçao 

  5. zaqueu pedro disse:

    queria saber como saber montar uma orquestra jovem entre 9 e15 anos ja dou aula de musica .espero uma resposta obrigado

    • Graci disse:

      Olá Zaqueu,

      para montar uma orquestra, os interessados deverão ter aulas de teoria musical, solfejo e percepção.

      Descobrir a aptidão musical de cada um deles ou seja, que instrumento gostariam de tocar.

      Numa orquestra sinfônica, os instrumentos são:

      • as cordas (violinos, violas, violoncelos, contrabaixos, harpas)
      • as madeiras (flautas, flautins, oboés, corne-inglês, clarinetes, clarinete baixo, fagotes, contrafagotes)
      • os metais (trompetes, trombones, trompas, tubas)
      • os instrumentos de percussão (tímpanos, triângulo, caixas, bombo, pratos, carrilhão sinfónico, etc.)
      • os instrumentos de teclas (piano, cravo, órgão)

      Mas tudo vai depender da disponibilidade dos instrumentos.

      Para começar, caso não tenha todos os instrumentos musicais, você poderá fazer uma pequena orquestra com:

      • 1º violinos – 3 a 4;
      • 2º violino – 3;
      • Viola – 2 ou 3;
      • Cello – 2;
      • Contrabaixo -1;
      • Regente sempre.

      Uma orquestra um pouco maior pode ser composta por:

      • Piano (caso tenha disponibilidade);
      • 4 violoncelos;
      • 4 a 5 violas;
      • 10 a 12 violinos;
      • 1 a 2 contra-baixos.

      O número de violinos deve ser normalmente o dobro do número de violoncelo e violas.

      Espero ter ajudado.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: