Saúde e Bem Estar

ONU Acredita na Erradicação da AIDS em alguns Anos: 21/11/11, UNAIDS

.

.

……………Finalmente boas notícias! A UNAIDS, Orgão das Nações Unidas com ênfase nas pessoas portadoras do vírus HIV fez um comunicado animador nesta segunda-feira (21). Em 2010 o número de pessoas portadoras da doença era de trinta e quatro milhões, um número recorde, ainda assim a ONU acredita numa futura erradicação da AIDS.

……………Um dos motivos dos altos números de 2010 é o tratamento que prolonga a vida dos soropositivos. É justamente esse tratamento que alimentam a esperança de erradicar a pandemia. Devemos ficar confiantes uma vez que é difícil a ONU emitir um relatório animador, a não ser que esta tenha muita certeza do sucesso.

.

.

……………Além de apontar uma luz no fim do túnel, o relatório destaca a resposta completa e antecipada do Brasil ante a epidemia. Nosso país garantiu o “acesso aos serviços de prevenção e tratamento do HIV para as pessoas mais vulneráveis e marginalizadas“.

……………Nós nos encontramos na antessala de um importante marco na resposta à Aids” – afirmou o diretor executivo do órgão, Michel Sidibe. Michel foi um pouco mais estusiasmático e completou: “Há apenas alguns anos, parecia impossível falar sobre o fim da epidemia em curto prazo. No entanto, a ciência, o apoio político e as respostas comunitárias estão começando a dar frutos claros e tangíveis“.

.

.

……………Assim o aumento da quantidade de soropositivos pôde ser interpretado como algo bom. Menos pessoas morrem de AIDS e devido ao tratamento com antirretrovirais, o que aumenta a esperança de vida de quem já foi infectado. Isso porque infelizmente, apenas metade dos portadores do vírus recebe algum tipo de tratamento.

……………Outro dado positivo é a diminuição do número de novas infecções em relação aos anos anteriores. Em 2010 foram 2,7 milhões de novos casos, 15% a menos que em 2001 e 21% a menos que em 1997, quando a propagação alcançou o máximo. Isso somado à diminuição do número de mortes…

.

.

……………Os serviços de prevenção do HIV para as mulheres grávidas, que permitiram uma considerável redução no número de crianças com HIV e na mortalidade infantil pela Aids, também podem ser destacados em países como o Caribe e regiões do continente africano.

……………Torcemos mesmo para que em breve, possamos viver num mundo sem AIDS. Mas e você, o que achou da notícia??? Comente.

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.