Datas Comemorativas

Origem e História da Festa Junina Tudo Sobre a Tradição

Conhece a história da festa junina? E sua  origem? Hoje vamos falar um pouco sobre o que deu origem as festas católicas que acontecem nos meses de junho e julho e qual o significado dela.

origem-e-história-da-festa-junina-

Festa Junina

A origem da festa junina se deu na época pré-gregoriana, onde se costumava fazer festas pagãs chamadas de solstício de verão em celebração ao início do verão e as fartas colheitas. Na idade média, por influência européia, estas festas ganharam significado religioso, onde se homenageavam Santo Antônio no dia 13 de junho, São João no dia 24 de junho e São Pedro dia 29 de junho, sendo chamadas de festas joaninas e posteriormente juninas. Na Europa se comemora também a passagem da primavera para o verão.

A festa junina chegou ao Brasil pelos portugueses na época colonial e rapidinho se tornou uma cultura brasileira se propagando entre os índios e escravos chegando até nós nos dias de hoje, fazendo parte do folclore brasileiro. Estas celebrações tiveram influências de vários países ocidentais e asiáticos, como os fogos chineses, a dança europeia entre outras tradições. No Brasil todo é celebrado a festa junina, com características variadas dependendo da região. Comemoramos a chegada do inverno e todas estas festas cresceram ao longo do tempo com influência regionais, influência afro-brasileira, criando um jeito único de celebrar a data.

história-e-origem-festa-juninaNestas festas, além da homenagem aos santos, é homenageado o morador do campo, é fortalecido laços como os de comadres e compadres. O casamento à beira da fogueira que une a comédia e o trágico representa acontecimentos remotos e até casamentos reais nos tempos em que não existiam os padres para as celebrações, onde as chamas da fogueira representavam a aprovação dos santos.

No nordeste as comemorações são mais intensas, movimentando o turismo na região com pessoas do Brasil todo e muitos outros países. É feito competições de danças, de comidas típicas, tudo com muita animação e tem influência até na politica local.

No sudeste do Brasil as quermesses são habituais em igrejas católicas, escolas, casas, vilas, e comunidades, com muita comida caipira, simpatias, fogueira e brincadeiras.

Brincadeiras tradicionais da festa junina

Pular fogueira, balões (proibidos por lei devido ao perigo causado), quadrilhas, casamento caipira, ou da roça, pau de sebo, correio elegante, dança de fitas, queima de fogos, sorteio de prendas, pescaria são algumas das atrações das festas juninas.

Comidas típicas da festa junina

Os quitutes feitos com a colheita da época, como é o caso do milho, com bolo de milho, pamonha, curau, milho cozido e assado, canjica, cocada, cuscuz, pipoca, arroz doce, as bebidas quentes para aquecer no inverno, como o quentão, o vinho quente, pé-de-moleque, a batata doce são algumas das guloseimas servidas nas festas juninas.

AS simpatias para arrumar casamento é feita no dia de Santo Antônio, considerado o santo casamenteiro. São Pedro é o protetor dos navegantes e pescadores e São João protege os animais e pastores.

As festas tradicionais religiosas celebradas no mês de junho são chamadas de Festa Junina, as festas feitas no mês de julho são as festas julinas.

Escreva seu comentário.

Assuntos do Artigo:
  • história da dança da saia na festa junina

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.