Scroll Top

Resumos

Os Componentes Químicos da Célula -Glicídios e Lipídios

 Os Componentes Químicos da Célula -Glicídios e Lipídios

GLICÍDIOS

Os seres vivos heterótrofos adquirem energia a partir da oxidação do alimento (respiração celular), principalmente glicídios (também chamados de carboidratos ou açúcares). Proteínas e lipídios também podem ser usados com o mesmo objetivo.

Quase todos os alimentos ricos em glicídios são de origem vegetal (mel é um tipo de glicídio, mas é de origem animal).

Além de sua função energética, os glicídios compõem algumas estruturas dos seres vivos, como o revestimento das células e os ácidos nucleicos.

Os glicídios podem ser classificados em:

  • Monossacarídeos – são os glicídios mais simples, que não podem ser quebrados pela digestão. Podem ser chamados de acordo com o número de átomos de carbono: trioses (três átomos), tetroses (quatro átomos), pentoses (cinco átomos) e hexoses (seis átomos). São exemplos de monossacarídeos: glicose, frutose, galactose e ribose.

componentes-químicos-da-célula-glicídios-e-lipídios-

  • Dissacarídeos – são resultados da união de dois monossacarídeos. Os principais são: maltose, encontrada nos cereais e formada por duas moléculas de glicose; a lactose do leite, formada por uma molécula de glicose e uma de galactose; a sacarose (também conhecida como açúcar comum), encontrada na cana-de-açúcar e na beterraba, formada por uma molécula de glicose e uma de frutose.

componentes-químicos-da-célula-glicídios-e-lipídios-lactose

  • Polissacarídeos – são polímeros que surgiram da polimerização de monossacarídeos. Assim, polissacarídeos são glicídios de longas cadeias, constituídos pela união de muitos monossacarídeos. Dentre eles, destacamos: o amido, que é a principal reserva energética da planta. Ele é formado por mais de mil moléculas de glicose. O glicogênio é a reserva de glicose dos animais, suas moléculas são menores e mais ramificadas que as do amido. A celulose é o polissacarídeo mais abundante na natureza, formado por mais de 10 mil moléculas de glicose, está presente nas paredes celulares dos vegetais. A quitina e o ácido hialurônico são polissacarídeos nitrogenados presentes, respectivamente, no esqueleto dos insetos e nos tecidos animais.

componentes-químicos-da-célula-glicídios-e-lipídios-polissacarídeos-

LIPÍDIOS

Os lipídios mais conhecidos são os óleos e as gorduras. Os lipídios são uma eficiente reserva energética: 1g de lipídio libera 9 Kcal contra 4 Kcal liberados por 1 g de glicídio. Além disso, por serem insolúveis na água, podem ser armazenados de forma mais concentrada que os glicídios.

Em geral, as moléculas de lipídios são insolúveis em água e solúveis em solventes orgânicos, como álcool, querosene, clorofórmio, éter e benzina. A não-solubilidade em água é explicada pelo fato de suas moléculas serem apolares, isto é, não formam polos positivos e polos negativos como a água.

Os lipídios mais comuns nos alimentos são formados pela união de álcoois com ácidos de longa cadeia de carbonos, chamados de ácidos graxos. Moléculas desse tipo são quimicamente classificadas como ésteres. Portanto, os principais lipídios são ésteres de álcoois com ácidos graxos.

componentes-químicos-da-célula-glicídios-e-lipídios-fosfolipídios

Os principais grupos de lipídios são:

  • Glicerídios– fazem parte desse grupo os óleos e as gorduras. São lipídios formados pelo glicerol, álcool de três carbonos, e três moléculas de ácido graxo. Os ácidos graxos com ligação dupla entre carbonos da cadeia são insaturados; os que possuem apenas ligações simples, saturados (contém quantidade máxima possível de hidrogênio na molécula). Os óleos são ricos em ácidos graxos insaturados e, por isso, são líquidos à temperatura ambiente. Por causa da presença de ácidos graxos saturados, as gorduras são sólidas.
  • Cerídios– possuem um álcool de cadeia longa ligado a um ácido graxo. São exemplos desses lipídios as ceras, como a da carnaúba, do favo de mel de abelha e da orelha humana.
  • Fosfolipídios – além de álcool e ácido graxo, possuem ácido fosfórico e uma molécula nitrogenada. O ácido fosfórico ioniza-se e adquire carga elétrica negativa; a molécula nitrogenada adquire carga elétrica positiva. Assim, o fosfolipídio fica com uma região polar, que se mistura com a água (região hidrófila), e outra apolar, que não se mistura com a água (região hidrófoba), na qual estão os ácidos graxos.
  • Esteroides – são formados por um álcool de várias cadeias fechadas e compreendem os hormônios sexuais, os corticosteroides (hormônio da glândula suprarrenal), o colesterol (usado na síntese dos hormônios sexuais e de outros esteroides), os sais biliares do fígado e a vitamina D.

 Escreva seu comentário do resumo sobre os componentes químicos da célula. 

FONTE: Linhares, Sérgio. Biologia: volume único – 1. ed. – Ática, 2005.

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Os Componentes Químicos da Célula -Glicídios e Lipídios!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: