Saúde e Bem Estar

Plaquetas Baixas – Causas, Tratamento e Alimentação Correta

Plaquetopenia ou trombocitopenia é o diagnóstico das plaquetas abaixo de 150.000 mm3. Basta um exame de sangue para saber os níveis das plaquetas, que são células importantes para a coagulação sanguínea, que quando estão muito baixas podem causar hemorragias.

Após estudar por um tempo os níveis das plaquetas e buscar as causas, que pode estar relacionada a varias doenças é que irá se estabelecer o tratamento adequado. Veja abaixo as causas das plaquetas baixas, os tipos de tratamentos e qual a função da alimentação no tratamento da doença.

plaquetas-baixas-causas-tratamentos-alimentação-ideal-

Plaquetas baixas

Causas

Doenças auto-imunes, câncer, anemia, dengue, AIDS, hepatite, febre amarela, febre maculosa, alguns medicamentos ou tratamentos como quimioterapia, problemas graves de circulação sanguínea  podem ser algumas das causas das plaquetas baixas.

Sintomas das plaquetas baixas

O sangramento gengival, do nariz, sangue na urina e nas fezes, excesso de sangue menstrual, ferimentos que não param de sangrar, sonolência e cansaço, manchas ou pintinhas azuladas na pele, são alguns dos sintomas da doença.

Tratamentos

Após o diagnóstico e a baixa constante das plaquetas e a definição do diagnóstico é que é feito o tratamento das plaquetas baixas que pode ser com corticóides, medicação adequada e doses de imunoglobulina.

Alimentação correta em casos de plaquetas baixas

A função alimentar não está ligada diretamente ao aumento das plaquetas, e sim a melhora do sistema imunológico e da saúde em geral. Uma dieta rica em nutrientes e equilibrada, além de melhorar a saúde, pode controlar a hemorragias, uma das conseqüências mais graves das plaquetas diminuídas.

A alimentação em casos de plaquetas baixas por anemia, dengue, deve ser rica em ferro, em líquidos, vitamina C. A dica é ingerir carnes sem gordura, ovos, leite, feijões, verduras com folhas escuras como couve, agrião, espinafre, brócolis, rúcula, repolho, pimentão vermelho, cenoura, beterraba, de preferências cru.

Frutas como laranja, abacaxi, acerola e cajú não devem faltar na dieta de pessoas com plaquetopenia.

Ingerir sucos e saladas é uma ótima dica para comer vegetais crus.

Para que seja feito o diagnóstico correto e o tratamento ideal é muito importante fazer uma consulta com um médico hematologista, especialista em casos de plaquetas baixas.

Alimentos que Evitam Hemorragias

Verduras com folhas escuras como couve, brócolis, espinafre, rúcula, agrião e frutas como acerola, laranja, caju, abacaxi são indicadas em caso de plaquetopenia. Carnes magras, sucos com frutas e hortaliças cruas, caldos e água também ajudam evitar hemorragias.

Alimentos que favorecem a perda de sangue

Alimentos como a batata, o tomate, ameixa em fruta, morango, cereja, uva, mexerica, pêssego, nozes e castanhas, pimenta, são alimentos que contém salicilatos, substância que atrazam a coagulação sanguínea, e segundo a Associação Brasileira de Nutrição, (Asbran) podem complicar quadros hemorrágicos. O gengibre, o alho, a cebola também são contra-indicados.

Escreva seu comentário ou dúvidas.

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.