Resumos

Resumo de História sobre Pérsia, Índia, China e Japão

Resumo de História sobre Pérsia, Índia, China  e Japão

PÉRSIA

Os persas viviam numa região onde hoje está o Irã. Por volta de 550 a.C., o rei Ciro unificou as tribos e formou um exército. Ele fundou o império persa, também chamado de aquemênida (o nome de família dos reis persas). O império dominou a Mesopotâmia, os territórios onde hoje estão Turquia, Líbano, Síria e Israel, o Egito, e vastas áreas que chegavam até a Índia.

As províncias do império eram governadas pelos sátrapas, mas que eram monitoradas pelos espiões do rei. O Estado realizou inúmeras obras públicas, como canais de irrigação e estradas.

Os persas permitiam que os povos dominados conservassem seus costumes, idioma e religião, e chegaram a absorver muitos aspectos dessas culturas. Tiveram o cuidado de estudar os povos dominados e cobrar impostos sem “exageros” que pudessem gerar rebeliões. Os persas eram politeístas, mas no século VI a.C. se desenvolveu uma crença, baseada nos ensinamentos de Zaratustra (chamado de Zoroastro pelos gregos), que dizia que só havia dois deuses principais, o do bem e o do mal.

resumo-história-pérsia-índia-china-japão-

ÍNDIA

Em 2500 a.C. já havia uma grande civilização nas margens do rio Indo, onde hoje está o Paquistão. Havia cidades com milhares de habitantes e ruas planejadas.

Por volta de 1500 a.C. os arianos vieram da Ásia para a Índia. Por volta de 1000 a.C. esse povo nômade, de pele clara, criador de bovinos e que dominava a metalurgia do ferro, já ocupava a planície fértil do rio Ganges. Os arianos não se unificaram num grande reino, mas influenciaram todos os povos da Índia. A religião hinduísta é de origem ariana.

Até o século XX (para alguns sociólogos, ainda hoje) a sociedade indiana foi dividida em grupos sociais rígidos chamados de castas, e que têm origem na dominação ariana. As castas são determinadas pelo nascimento.

A casta superior (brâmane) agrupava as famílias nobres que governavam o Estado e eram os principais sacerdotes da crença hinduísta. Em seguida, a casta dos nobres guerreiros (xátrias), que também ocupavam altos postos. A casta intermediária (vaixá) era composta por camponeses, comerciantes e artesãos. Por último, os párias, que são considerados “impuros”, só tinham permissão para lidar com coisas sujas como cadáveres, lixo e excrementos. Estavam proibidos de tocar nas castas superiores. As pessoas não podem casar ou fazer amizade com pessoas de castas diferentes.

O sistema de castas era justificado pela religião hinduísta. Indivíduos espiritualmente impuros nascem em castas inferiores. Se aceitarem sua condição, baseados no que tinham feito nas encarnações passadas (ou seja, se aceitassem o Karma), isto é, se não se revoltarem contra as castas superiores, na próxima vida serão promovidos a uma casta superior.

resumo-história-pérsia-índia-china-japão-1

CHINA

A China é uma das civilizações mais antigas do mundo. Por volta de 3000 a.C. já havia aldeias com agricultura desenvolvida e núcleos urbanos acompanhavam as margens dos rios Yang-tse-kiang, rio Amarelo, e Huang-ho, rio Azul. Os chineses organizaram canais de irrigação.

Por volta de 1500 a.C. já havia pequenos reinos. Em 221 a.C., o rei Chi Huang-di tornou-se chefe supremo da China, que ele chamava de Império do Centro, porque acreditava que a China estivesse no centro do mundo. Foi esse rei que começou a construção da Muralha da China. Os conflitos entre a aristocracia e revoltas camponesas dividiram a China.

Os imperadores só recuperaram a autoridade a partir do século VII d.C., quando aceitaram distribuir terras entre as famílias de camponeses. A administração do Estado foi entregue a funcionários que seguiam a ideia do filósofo chinês Confúcio. A partir desse momento surgiu um período de prosperidade. Os chineses inventaram a pólvora, o leme do navio, o carrinho de mão, o papel de casca de árvore, as comportas dos canais e a bússola magnética.

No século XIII d.C. chegaram os mongóis (povo que vivia nas estepes do norte da China). Os exércitos mongóis ocuparam o norte da China, a Ásia Central, a Índia, a Pérsia e até o sul das atuais Rússia e Ucrânia. Os mongóis eram seguidores do islamismo (crença monoteísta de origem árabe no século VII d.C.).

Depois da morte do líder Kublai Khan, os mongóis não conseguiram manter o controle. No século XV, os camponeses e proprietários de terras se rebelaram e um deles se tornou o primeiro imperador da dinastia Ming, que governaria a China até o século XVII. Foi um grande período de prosperidade material e intelectual.

resumo-história-pérsia-índia-china-japão-2

JAPÃO

O Japão é um arquipélago. O primeiro Estado centralizado surgiu no século IV a.C. Na época, os japoneses receberam forte influência cultural chinesa. O budismo chegou por volta de 520 d.C.

No final do século VII d.C., Heian (Kioto) se tornou capital do império japonês. Os nobres moravam nessa cidade. Os samurais eram guerreiros da pequena nobreza.

resumo-história-pérsia-índia-china-japão-3

Escreva seu comentário do resumo de história sobre china, Japão, Índia e Pérsia.

FONTE: Schmidt, Mario Furley. Nova história crítica: ensino médio: volume único – 1 e.d. – Nova geração, 2005.

Assuntos do Artigo:
  • china e india resumo trabalho historia
  • Índia e japão

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.