Lição de casa

Resumo Sistema Endócrino – Tudo Sobre Hormônios, Hipófise

Resumo sobre Sistema Endócrino – Tudo Sobre Hormônios, Hipófise

Tecido epitelial glandular: se origina no tecido epitelial de revestimento, sendo que as glândulas podem ser:

  1. exócrinas (há um elo de continuidade entre a porção secretora e o ducto);

  2. endócrina cordonal (não há ducto, com capilares na porção secretora);

  3. endócrina folicular (polo basal, distanciamento do ápice da glândula);

sistema-endócrino-hormônios-hipófise-1HORMÔNIOS: São moléculas (podem ser peptídeos, esteroides ou aminoácidos modificados) liberadas por células endócrinas, que funcionam como sinais químicos, podendo ter ação parácrina (a uma curta distância), justácrina (a uma distância muito curta) e autócrina (agem na própria célula em que foram secretados).

 

HIPÓFISE: localizada numa cavidade do osso esfenoide (cela túrcica). Tem ligação com o hipotálamo por um pedículo e origem embrionária tanto nervosa (crescimento do assoalho do diencéfalo em direção caudal) quanto ectodérmica (bolsa de Rathke).

Adeno-hipófise: lobo anteior (pars distalis, mais volumosa) + lobo posterior (pars tubelaris + pars intermédia).

  • pars distalis – possui três tipos de células, que produzem seis tipos de hormônios:

    1. cromófobas: pouco coradas

    2. cromófilas acidófilas – cor acastanhada: somatotrofo (GH) e lactotrofo (PRL).

    3. cromófilas basófilas – cor azulada: tireotrofo (TSH), corticotrofo (ACTH) e gonadotrofo (FSH e LH).

Há três mecanismos de controle funcional da pars distalis: 1) hormônios peptídicos (liberadores hipotalâmicos) produzidos nos núcleos dorso-mediano, dorso-ventral e infundibular do hipotálamo. 2)

* Há uma intensa relação da pars distalis com o hipotálamo e a tireóide na secreção de TSH e T3 e T4. Estímulos nervosos ao HIPOTÁLAMO levam à síntese de TRH, que age na PARS DISTALIS sintetizando TSH. O TSH atua na TIREÓIDE, estimulando a produção de T3 e T4, que agem em tecidos alvos e também inibem, tanto a síntese de TRH no HIPOTÁLAMO quanto a síntese de TSH na PARS DISTALIS.

Neuro-hipófise: pars nervosa + infundíbulo (ligação com o hipotálamo).

* a cela túrcica fica a 10 mm do quiasma óptico, de modo que, havendo um crescimento exagerado da glândula (como no caso de um tumor), um das manifestações clínicas é problemas na visão.

 

Sistema hipotálamo-hipofisário – locais de produção de hormônios:

  1. núcleos supra-ópticos e paraventriculares (peptídeos que são transportados e acumulados nas terminações dos axônios, na neuro-hipófise).

  2. núcleos dorso-mediano, dorso ventral e infundibular do hipotálamo (peptídeos que são transportados pelos axônios, armazenados na eminência mediana e levados para a adeno-hipófise pelo sistema porta hipofisário).

  3. células da pars distalis (proteínas e glicoproteínas que entram nos capilares pelo sistema porta hipofisário e são distribuídos pela circulação sanguínea).

Escreva seu comentário sobre o resumo do Sistema Endócrino – Tudo Sobre Hormônios, Hipófise

Assuntos do Artigo:
  • células do sistema endocrino imagens
  • periodizacao da histrografia romana
  • sistema endocrino hipofise

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.