Scroll Top

Educação

Rosseau e Aumento da Passagem de Transporte Coletivo Cidadania Velada

Rosseau e o aumento da passagem de transporte coletivo

rosseau-e-aumento-da-passagem-cidadania-velada-a

Rosseau e o aumento da passagem

Os recentes protestos e manifestações populares acerca do aumento do preço da passagem do transporte público em São Paulo têm dividido opiniões, o que permite inferir sobre o papel do Estado a posição real que o cidadão ocupa na sociedade do século XXI.

A começar pelo cidadão, de um lado vê-se uma parcela da população engajada, que mesmo sem atuar diretamente, apoia o movimento porque vê nele uma forma de participação do povo nas decisões políticas e sociais. Do outro, há um grupo de reacionários que taxam as ações como uma demonstração de vandalismo gratuito, e consideram rebeldes sem causa àqueles que tentam garantir o que sempre foi um direito de todos, o de ir e vir.

Esse direito se encontra ameaçado porque, embora pequeno, o aumento do preço da passagem é o suficiente para tornar ainda maior a exclusão das pessoas que não podem pagar pelo transporte “público”. O mais curioso é que, além de ter que pagar por um serviço que deveria ser garantido através do pagamentos dos impostos (que não são poucos), o paulista ainda tem que enfrentar trens superlotados e se acostumar com os atrasos, que todos os dias comprometem a rotina de milhões de usuários.

Recorrendo a História, vê-se que ainda no século XVIII o filósofo francês Russeau já disponha de um discurso bastante atual ao falar sobre o contrato social. Segunda ele, a vontade do cidadão, ou seja, do indivíduo que vive em sociedade e tem consciência disso, deveria ser coletiva, defendendo interesses do bem comum. Seguindo essa lógica, o que pode-se dizer das pessoas que se omitem ou mais do que isso, diante de uma situação de inflamação popular ficam do lado das minorias prezando pela “ordem”?

Talvez a maior culpada pela ineficiência do Estado, que raras vezes cumpre sua função de garantir o bem estar geral e a igualdade de direitos entre os homens, seja essa parcela da população que prefere se abster de discussões. Num país que lutou para reestabelecer a democracia após anos de repressão, precisa-se de cidadãos!

Gostou da matéria sobre Rosseau e Aumento da Passagem de Transporte Coletivo? Comente e dê sua opinião aqui no blog Essas e Outras. Obrigada pela visita e até mais…

Assuntos do Artigo:
  • resenha do filme fabrica de loucuras

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Rosseau e Aumento da Passagem de Transporte Coletivo Cidadania Velada!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: