Scroll Top

Saúde

Sardas – Tratamento, Tipos e Fatores de Risco, Cuidados

.

.

……………Sardas são a causa de preocupação de umas pessoas e orgulho de outras. Elas podem ser charmosa para uns e a angústia de outras.

……………As sardas são resultado do excesso de produção de melanina, o pigmento que dá cor à pele. Existem dois tipos de sardas, as  mais comuns são as pequenas mancha amarronzadas, que surgem nos lugares da pele que ficam mais expostas ao sol, e as manchas marrom-claro, são as que podem aparecer em qualquer parte da pele, e que aparecem na maioria das pessoas com o avanço da idade.

……………A tendência que uma pessoa tem de desenvolver sardas com a exposição ao sol é na maioria dos casos hereditária. as sardas sõa mais comuns nas pessoas de pele clara, e em particular as pessoas de cabelos ruivo. Essas manchas são benignas e tendem a desaparecer no inverno, porém mostram sensibilidade ao sol e maior suscetibilidade ao câncer de pele.

…………….Um dos cuidados que pessoas com sardas devem ter é usar filtro solar diariamente, protegendo assim a pele das queimaduras solares.

……………As manchas amarronzadas que aparecem com a idade, são chamadas de mancha da idade, lentigo senil ou manchas hepáticas. A incidência dessas manchas se torna maior em pessoas depois dos 40 anos de idade, podendo aparecer tanto nas áreas expostas ao sol como nas não expostas ao sol e não desaparecem no inverno.

……………Na maioria dos casos o lentigo é benigno, porém pode evoluir para um melanoma maligno, principalmente se for no rosto. Uma mudança na cor da mancha pode sinalizar perigo. Se aparecer nódulos marrons nas manchas de lentigo, deve-se procurar uma orientação médica o mais rápido possível, passaando por exames para detectar qualquer alterações cancerosas das células.

……………Deixe aqui seu comentário.

……………Fonte – Guia Veja de medicina e saúde.

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Sardas – Tratamento, Tipos e Fatores de Risco, Cuidados!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: