Scroll Top

Livros

Sherlock Holmes: A Pedra Mazarino – Resumo, Conto Arthur Conan Doyle

.

.

……………Confira o conto de Sir Arthur Conan Doyle em que Sherlock Holmes e seu fiel companheiro Dr. Watson resolvem mais um caso muito curioso. CUIDADO: CONTÉM SPOILERS:

……………O conto começa com a volta de Dr. Watson. O médico esteve fora por algum tempo e na volta encontrou Billy, o novo criado de Holmes e o próprio, sendo que este estava envolvido em mais um caso. Com a disposição habitual de quando trabalha, o detetive cuidava de um crime excepcionalmente importante: o roubo da pedra da Coroa, de mais de 100 mil libras.

……………Sherlock  Holmes tinha sido procurado pelo Primeiro-Ministro e outras autoridades, entre elas o sinistro Lorde Cantlemere, homem que não acreditava na capacidade dele. Com muita tranqüilidade Holmes contou a Watson detalhes sobre o caso e disse ainda que esperava ser assassinado.

……………Seu principal suspeito do roubo, o Conde Sylvius, era um homem esperto e muito vingativo, capaz de tirar de seu caminho qualquer obstáculo ao seu sucesso. Para despistá-lo Holmes tinha colocado uma escultura sua na sacada, como se estivesse lendo um livro.

……………Sherlock tinha encontrado os criminosos (o conde contava com um comparsa), mas ainda não tinha colocado as mãos na jóia. Para consegui-la ele esperava a oportunidade certa e essa não demorou a aparecer.

.

.

……………O homem era mesmo perigoso e não queria adiar o serviço. Ao ser anunciado à Sherlock, este pediu que Watson se retirasse e ele mesmo deu um jeito de desaparecer. Quando entrou na sala vazia e se deparou com a escultura de Holmes, o conde não pensou duas vezes e com sua bengala projetou um golpe certeiro na cabeça do boneco.

……………Antes que a bengalada fosse deferida, Sherlock apareceu deixando o homem constrangido. Numa conversa sagaz, Holmes deixou claro que tinha Sylvius em suas mãos. Ele havia preparado um dossiê que seria entregue à Scotland Yard caso o conde não dissesse onde a jóias da Coroa estava escondida.

……………Mostrando todo o seu sarcasmo, o detetive deu um tempo para que o conde pensasse e permitiu até mesmo que ele chamasse seu comparsa Merton, um lutador intimidador mas intelectualmente limitado.

……………Para garantir que não ouvia a conversa, Sherlock foi até o cômodo ao lado e começou a executar uma Barcarola ao violino. Seguros, os criminosos discutiram o próximo passo até decidirem que dariam um endereço falso à Holmes para ganharem tempo e fugirem.

……………Durante a conversa o conde acabou revelando que trazia a jóia no bolso e na hora de entregá-la ao comparsa, tomou um susto. Sherlock Holmes num salto pulou sobre a mão do homem tirando dela a pedra. Ele estava sentado na cadeira onde antes havia um boneco, e sem que percebessem tinha ouvido toda a conversa.

.

Jeremy Brett e David Burke (Holmes e Watson, Granada ITV)

.

……………Apavorados os dois homens perguntaram como o homem conseguiu se posicionar lá sendo que os dois o tinham visto sair e ainda escutavam sua Barcarola. Com muito bom humor Sherlock explicou que seu quarto tinha uma ligação com a sacada e sem que ninguém percebesse, ele havia trocado de lugar com o boneco durante a conversa.

……………Quanto à canção, nada mais era do que um gramofone repetindo uma gravação. Enquanto isso Dr. Watson havia chamado a polícia e os bandidos foram levados. Era hora de entregar a jóia ao Lorde Cantlemere, mas não sem antes pregar uma peça no homem carrancudo.

……………Assim que ele entrou na sala do apartamento de Holmes, este insistiu para que ele tirasse o casaco. Rude o lorde mostrou toda a sua incredulidade e sem saber que o caso já havia sido resolvido, tentou convencer o detetive a desistir do caso.

……………Pacientemente  Sherlock lhe perguntou o que deveria fazer com o homem que fosse encontrado com a jóia. O lorde respondeu que ele deveria ser indiciado como receptor e neste mesmo momento Holmes lhe deu voz de prisão.

……………Enfurecido o homem esbravejou sem acreditar em tamanho ultraje. Quando estava prestes a ir embora, Sherlock tirou a pedra de seu bolso, diante dos olhos espantados do homem que ficou sem saber o que fazer. Após explicar a brincadeira, o detetive foi agradecido pela resolução do caso e seu desrespeito foi perdoado.

……………Era o fim de mais um caso e com o desinteresse habitual, Holmes dava todo o crédito a outros detetives e pedia a sua senhoria que servisse o jantar para seu amigo Watson.

……………Mas e você, o que achou do resumo??? Deixe o seu comentário.

Assuntos do Artigo:
  • contos de sherlock holmes
  • caso ou conto Sherlock Holmes
  • contis de Sherlock
  • o que significa a pedra mazarino
  • o que significa a pedra mazarino?
  • pedra mazarino
  • resumo de um conto de shelock Hones

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Sherlock Holmes: A Pedra Mazarino – Resumo, Conto Arthur Conan Doyle!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: