Scroll Top

Lição de casa

Teoria da Biogênese: Origem de Seres Vivos, Louis Pasteur, Experimento

Teoria da Biogênese – Origem dos seres vivos – Louis Pasteur – Teoria da biogênese.

biogenese Teoria da Biogênese: Origem de Seres Vivos, Louis Pasteur, Experimento

.Quando a Teoria da Abiogênese  foi derrubada, cientistas do mundo todo faziam experiências e criavam hipóteses para a origem da vida na Terra. Uma das teorias que ganhou maior destaque e é aceita por muitos estudiosos ainda hoje é a Teoria da Biogênese. Diferente da Abiogênese, essa teoria dizia que os seres vivos se originam de outros seres vivos.

.Apesar dos experimentos de Francesco Redi, a Teoria da Geração Espontânea só deixou de ser aceita quando um outro cientista conseguiu provar a hipótese da Biogênese. As experiências de Louis Pasteur, um estudioso francês, serviram de base para uma série de hipóteses sobre a origem da vida no nosso planeta.

caldo Teoria da Biogênese: Origem de Seres Vivos, Louis Pasteur, Experimento

.O experimento mais famoso de Pasteur foi o do “Caldo Nutritivo“. Com o auxílio de dois balões de vidro de pescoço comprido (também conhecidos como “pescoço de cisne”), ele dividiu um caldo nutritivo e depois ferveu os balões de forma que este ficasse estéril (sem microorganismos). A forma do balão não permite a entrada de microorganismos, mas Pasteur quebrou o pescoço de um deles.

.O balão com o pescoço inteiro continuou com o líquido estéril, mesmo após muitos dias. Já o que foi quebrado teve o seu líquido contaminado e após algum tempo houve o desenvolvimento de microorganismos que estavam no ar e penetraram no frasco. A teoria explicaria a necessidade de seres vivos para o surgimento de outros seres vivos e derrubaria de vez a hipótese anterior.

pasteur 2 Teoria da Biogênese: Origem de Seres Vivos, Louis Pasteur, Experimento

Louis Pasteur trabalhando no experimento

.Ainda assim, a origem da vida não estava explicada. Era de conhecimento de todos que os seres vivos não se originavam de matéria orgânica em decomposição, mas como exatamente ela teria surgido??? Isso é assunto para outros posts, sobre a “Hipótese da Evolução Gradual dos Sistemas Químicos” e a “Hipótese Heterotrófica“.

Mas e você, o que achou do texto sobre a biogênese? Comente aqui no blog Essas e Outras.

 
Assuntos do Artigo:
  • teoria da biogenese
  • biogenese
  • biogenese resumo
  • teoria da biogênese resumo
  • teoria biogênese
  • a teoria da biogenese
  • o que diz a teoria da biogenese

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) (10 Votos, Média: 1,70 out of 5)
Loading...

Artigos Relacionados à Teoria da Biogênese: Origem de Seres Vivos, Louis Pasteur, Experimento!


7 Comentários

  1. Paula Cristina disse:

    É mtmtmt dificil esse negocio de louis pasteur

  2. Laura Myrella disse:

    Concordo Com Voce Tenho que fazer uma historia de quadrinhos com 20 paginas sobre a teoria biogênese

  3. Matheus disse:

    Explicou bem o experimento de Pasteur, porém eu queria saber um pouco mais sobre o experimento de Redi.

  4. danyely costa disse:

    porque louis pasteur resolveu fazer essa experiencia?

  5. patrick disse:

    obg ajudou muite eu estava com duvidas que se esclareceram agora 

     

  6. Roger disse:

    Vlwme ajudou muinto na tarefa da escola

     

  7. de acordo com esse entendimento de Hawking, em que varias controvérsias surgiam sobre religiões e teorias aceitas pela comunidade cientificas – em 1980, ele havia feito uma profecia logo depois de assumir a cátedra lucasiana em Cambridge, durante a conferência “O fim da física teórica está à vista?” Foi o primeiro grande físico a prever que, em breve, a física produziria uma “teoria do tudo”, uma teoria completa e unificada da Natureza. 

    Esta possibilidade é retomada com maior força na ideia de “conhecer a verdadeira consciência existencial”, presente no final do seu livro, Uma breve história do tempo. “Se de fato, descobrirmos uma teoria completa, ela deverá ser, em principio, compreensível em suas linhas gerais por todos, não apenas por uns poucos cientistas, Então, todos, filósofos, cientistas e pessoas comuns, podendo participar da discussão de por que nós e o Universo existimos. “Se achássemos a resposta para isso, esta seria o triunfo último da razão humana – pois então conheceríamos a mente de Deus”. Essa busca une a todos, bastando que sejam humanos, pois o ser humano é “aquele que sabe”. Em algumas línguas, essa é a definição de ser humano, que o distingue de outras espécies, como os animais. 

    Nesta reciprocidade (idéias sutis da religião e situações inversas das teorias aceitas pela comunidade cientificas), me levou no ano de 1993, a travar conhecimentos com a essência da vida, isto é, aquilo que constitui a natureza das coisas: o átomo. Processo inicialmente interpretado pelo cientista grego Demócrito. Sendo assim, antes mesmo de travar conhecimento com Mecânica Quântica (comportamento de sistemas em escala atômica ou molecular do conceito quântico, que demonstra que partículas subatômicas se encontram ligadas de um modo intrigante e inesperado mesmo quando separados, por qualquer distancia), eu já havia interpretado uma mecânica em que o átomo além de se dividir em três energias, há uma disciplina individual entre as mesmas (prótons, elétrons e nêutrons). Aos prótons ficou o poder positivo, mas com o retorno negativo, aos elétrons ficou o poder negativo, mas com o retorno positivo. Com relação aos nêutrons, ficou a responsabilidade de atuar de moda a desequilibrar as forças positivas e negativas em seus referidos limites. Assim neutraliza o inicio e fim. Energias que vêm do lugar para onde vão, e vão para o lugar de onde vêm à ligação com a Mecânica deste meu Diagrama que liga espaço tempo as energias do Universo, finito na sua dimensão e infinito no seu tempo existencial: 

    Sol (+) > < {(-) Terra (+)} > < (-) Sistema Interestelar, além do que diz esta matemática: uma força neutra entre duas forças contrária, a diferentes temperaturas, tem diferentes energias cinéticas, capazes de responder infinitamente pela rotação e translação da terra, além de assegurar a retroalimentação do Sistema Solar contemplando o todo Universo, finito na sua dimensão esférica e infinito no seu tempo existencial.

    Sol = carga gravitacional positiva, temperatura elevada = Sol (+) > 
    Terra = dipolo induzido, temperatura média razoável = < {(-) Terra (+)} > 
    Sistema Interestelar = carga gravitacional negativa, temperatura baixa = < (-) Sistema Interestelar 

     

    Este é o princípio da “ação e reação” da lei de Newton, que defende que a potência empregada tem a mesma intensidade, mas em sentidos opostos, isto é, uma vez que o fator responsável por manter o planeta Terra em órbita é a combinação do efeito das cargas gravitacionais devido ao Sol e ao Sistema Interestelar e já que a diferença de temperatura entre os extremos do sistema gera uma força neutra sobre a Terra fazendo-a girar e transladar devido à diferença de Energias cinéticas dos campos, e que nos dá a chave do conhecimento real, tal como é o exemplo da força do movimento da Terra; como a Terra é termicamente neutra, porque além de estar em equilíbrio com o meio onde se encontra, tem o mesmo número de cargas positiva e negativa. E como as forças da gravidade do Sol e do Sistema Interestelar atuando sobre ela e não se equilibram, elas provocam na terra seus movimentos de rotação e translação, além assegurar a infinitude da vida no ciclo da Nossa História alternado ao ciclo da Pré-História e vice-versa repetidamente.

     

    Cada ser é parte integrante do passado, presente e futuro da própria espécie. O patrimônio genético comum a todos é transferido de geração em geração, assim como tudo que foi descoberto, inventado e realizado. Círculo que repete a genética das vidas na Terra – quer sejam elas humanas, animais ou vegetais. Tudo isto faz parte do ciclo da química, que está ligada a biogênese: experimento comprovado pelo cientista francês Louis Pasteur que conseguiu demonstrar, de maneira definitiva, que até mesmo os microrganismos não se originam espontaneamente de matéria inanimada, e estabeleceu o principio segundo a qual a vida provém somente da vida preexistente. Isto é, se a vida surge somente de vida pré-existente, é óbvia a vida circundante no ciclo da Nossa História alternado ao ciclo da Pré-História e vice-versa repetidamente.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: