Televisão

Teriantropia – Animal, Série sobre Doença Rara, Sintomas

Teriantropia – Animal, Série sobre Doença Rara, Sintomas

teriantropia-sintomas-da-doença-série-animal-da-globo

O que é teriantropia

Teriantropia é uma doença rara, que atinge o ser humano e o leva a sentir-se como um animal.  Um tipo de afeição ou ligação com bichos, onde psicológicamente  a pessoa se sente como tal e em certas ocasiões pode agir como um deles. A semelhança interior pode levar a comportamentos parecidos e até agressivos.

Este distúrbio psicológico não avisa quando irá se manifestar na pessoa com teriantropia, o doente é pego de surpresa, tem atitudes animalescas podendo agredir pessoas e depois não se lembrará do ocorrido. Trata-se de uma doença progressiva que pode levar à morte.

Doença degenerativa, forte e real, ela deixa a pessoa sentir-se psicologicamente como um bicho e tem os sentidos aguçado como um deles. Segundo o ator Edson Celulari, que pesquisou sobre a teriantropia, existem no mundo oito casos com pessoas vivas. São casos tristes, onde uma das pessoas pensa que é uma galinha e chega a ficar uma semana num canto da casa tentando botar um ovo. Outra mantém em casa uma jaula para quando a doença se manifestar.

Na ficção, a TV Globo vai estrear sua primeira série para TV paga, onde o ator Edson Celulari vai viver um caso de teriantropia. O ator vai fazer o personagem de um biólogo, que é um homem puma. João Paulo Gil tem a doença rara, pensa que é um animal e pode até conversar com eles.

O pai de Gil, o biólogo da trama, também sofreu da doença e antes de morrer atacou várias pessoas na cidade onde morava. Na série, a doença é vista como um tipo de autismo e o portador do mal busca a cura com pesquisas.

Para quem se interessou por mais informações sobre a teriantropia, a série “Animal” terá estréia na GNT dia 06 de agosto de 2015 às 23 hs.

Escreva seu comentário sobre a teriantropia.

Assuntos do Artigo:
  • teriantropia

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.