Mamãe, Bebê e Criança

Terror Noturno – O Que É, Porque Acontece e Tratamento para Evitar Crises

Terror Noturno – O Que É

A criança acorda no meio da noite gritando, chorando, com cara de desespero, olhos abertos, mas não atende aos apelos dos pais tentando acalmá-la e tudo continua, até que de repente, ela volta a dormir como se nada estivesse acontecido. O que vem a ser isso? Estamos falando do terror noturno ou pânico noturno, um distúrbio do sono que acomete 5% das crianças de 2 a 4 anos podendo atingir também bebês a partir dos noves meses de vida.

Não se trata de pesadelo e sim de uma atividade anormal do sono, um episódio ainda pesquisado, que acontece durante o sono profundo, mas sem sonhar. As reações mais comuns durante o terror noturno são choro, gemido, agitação, gritos, onde a criança chega a sentar na cama, ficar de olhos abertos, com semblante de terror, sem acordar.

terror-noturno-como-tratar-causas-sintomas-pânico-noturnoO terror noturno difere do sonho e do pesadelo pelo fato de acontecer em outro momento do sono, por não ser lembrado depois e não causar medo após o episódio. Criança com familiares com sonambulismo ou distúrbio do sono tem mais tendência a ter terror noturno.

Sintomas do terror noturno

Acordar gritando e chorando

Falar sem ser possivel entender o que se diz.

Choro desesperado e assustado.

Não perceber a presença dos pais no momento da crise.

Não se lembrar do que aconteceu.

O que fazer durante o terror noturno

Ficar próxima da criança sem falar ou tentar acordá-la.

Não falar, tocar ou pegar no colo a criança durante a crise.

Cuidar para que a criança não se machuque durante o episódio.

Deixar que ela volte a dormir espontâneamente.

Ainda se sabe pouco sobre o terror noturno, a não ser que ele não é um problema psicológico, que não é lembrado depois e nem traz medo, não é causado por preocupação ou medo.

A dica é fazer com que a criança durma mais de dia e à noite.

Durma um pouco com ela até ela pegar no sono.

Acordar a criança após em média duas horas de sono na tentativa de impedir o terror noturno.

Evitar estimulantes antes de dormir, como chocolate, café chás, trocando-os por chás calmantes. Alguns medicamentos também podem desencadear o episódio.

Da mesma forma que o episódio começa a acontecer, ele se vai, sem deixar rastros.

No caso das crises serem constantes ou mais de uma vez por noite, o recomendado é buscar orientação médica.

Escreva seu comentário ou experiência.

Assuntos do Artigo:
  • frutas que galin da serra comi
  • funcao exponencial parentese
  • melhor caldinho de feijão ana maria braga
  • proteina c reativa alta como alimentar
  • crochê tapetes gráficos
  • FOTOS DE CACHOrros LINDAS e peludos maravilhosos
  • gráfico de sola de sapatinho de croche

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.