Saúde e Bem Estar

Tétano: O que Causa a Doença, Como Prevenir, Tratamento e Cura

Tétano: O que Causa a Doença

O Tétano é uma doença que assola a humanidade há muito tempo, e ainda assim existem muitas pessoas sabem muito pouco sobre o que a causa, quais seus sintomas e as formas de preveni-lo. Para começar, trata-se de uma doença infecciosa que tem como agente etoilógico o bacilo anaeróbio Clostridium tetani. Essa bactéria pode ser encontrada nos mais variados ambientes, mas costuma ser associada a objetos enferrujados e em mal estado de higiene.

Como se pega tétano?

É possível adquirir a doença por meio de ferimentos feitos por objetos contaminados, especialmente aqueles pequenos e profundos, como os feitos por pregos, por exemplo. Outras formas são: mordidas de animais, acidentes com rojão, queimaduras e outras infecções que propiciem o desenvolvimento da bactéria. A forma que infecta o homem é o esporo, que em condições favoráveis se transforma em bacilo e passa a produzir toxinas extremamente tóxicas (tetanolisina e tetanospasmina).

Quais os sintomas do Tétano?

O envenenamento pela toxina tetânica faz com que se desenvolva contrações involutárias em diversos músculos do corpo, o que pode trazer graves complicações se não houver suporte médico e tratamento adequados. Os primeiros sintomas observados pelo doente são:

  • trismo – dificuldade para abrir a boca, por hipertonia do músculo masseter;
  • riso sardônico – causado pela contratura da musculatura facial;
  • rigidez de nuca;
  • espasmos musculares;
  • tontura;
  • febre;
  • sudorese;
  • taquicardia/palpitações;

Se não for tratado, o quadro pode evoluir com intensificação da rigidez axial, com desenvolvimento de posição em opstótono e contração da musculatura abdominal, e surgimento de rigidez apendicular, com flexão e adução de membros superiores e hiperextensão de membros inferiores. Pode haver espasmos tetânicos e disautonomia, sendo que a última ocorre cerca de 2 semanas após o início da doença.

Tratamento para o Tétano

Envolve suporte médico (sedação, intubação, controle da pressão arterial) e deve ser feito em UTI. Os médicos costumam ministrar relaxantes musculares e benzodiazepínicos, medicamentos que diminuem os efeitos na toxina sobre os músculos. Pode ser administrada TIG (imunoglobulina humana antitetânica), que neutraliza a toxina no sangue, antibióticos e muitas vezes é necessário realizar a retirada do foco de infecção cirurgicamente.

Prevenção do Tétano

A forma mais eficiente de prevenir o tétano é a vacina, que deve ser tomada durante a infância (3 doses) e em adultos com reforço a cada 10 anos. Havendo acidente com objeto possivelmente infectado, é necessário procurar atendimento médico o mais rápido possível para que seja realizada, caso ncessário, a vacinação de emergência e a administração de TIG, o que pode prevenir o desenvolvimento da doença.

Mas e você, o que achou das informações que nós separamos sobre o Tétano? Elas te ajudaram a entender melhor a doença? Deixe o seu comentário aqui no blog Essas e Outras.

Assuntos do Artigo:
  • como prevenir a doença tétano
  • tétano cura

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.