Informação

Tratamento de Paralisia com Transplante de Células Tronco

Tratamento de Paralisia com Transplante de Células Tronco – Notícias

Um homem que estava paralisado após ser esfaqueado em 2010 recebeu um tratamento nunca usado no mundo ainda e volta a andar.

Darek Fidyka, de 40 anos, estava paralisado do peito para baixo há quase dois anos, fazia fisioterapia, mas atualmente não estava havendo melhoras.

O tratamento inédito usado no homem paraplégico, realizado por cirurgiões poloneses com ajuda de cientistas em Londres, foi feito com células da cavidade nasal do homem paralisado, que foram transplantadas para a medula espinhal dando resultado positivo e animador. O senhor que estava paralisado voltou a andar.

Por enquanto, ele está andando de andador e já recuperou as funções da bexiga, intestino e sexuais.

Segundo Darek, andar novamente “foi uma sensação incrível”. Disse que “Quando você não pode sentir quase metade do seu corpo, você é impotente, mas quando ele começa a voltar, é como se você tivesse nascido de novo”.

O resultado do tratamento inédito foi considerado “mais impressionante do que o homem andar na lua”, pelo chefe de regeneração neural do Instituto de Neurologia da Universidade College, em Londres.

homem-paralisado-volta-a-andar-tratamento-com-células-tronco-

Como foi feito tratamento de paralisia com célula tronco

Todo o processo foi feito em duas operações, feitas com células especiais do sentido olfativo. Foi feito uma remoção de um dos bulbos olfativos e as células cresceram em cultura.

Após duas semanas as células foram transplantadas para a medula espinhal. As  fibras acima e abaixo da lesão, que estavam faltando após a lesão espinhal, impedindo os movimentos, se conectaram através do enxerto de nervos.

Todo este tratamento inédito foi acompanhado, na época precisa, por exercícios anteriores ao transplante por cinco horas ao dia cinco dias na semana.

Após três meses do tratamento, o homem paraplégico sentiu o resultado positivo do tratamento, ao notar o desenvolvimento de músculos na sua coxa esquerda. Os primeiros passos vieram após seis meses do tratamento, usando barras paralelas, muletas e apoio do fisioterapeuta.

Após dois anos do tratamento, o homem que sofria de paralisia usa um andador para sair fora do centro de reabilitação.

A regeneração da medula espinhal foi possível com o tratamento, o neurocirurgião Pawel Tabakow, consultor do Hospital Universitário de Wroclaw que afirmou: “É incrível ver como a regeneração da medula espinhal, algo que era considerado impossível por muitos anos, está se tornando uma realidade”.

O uso de células do próprio doente, descartou a possibilidade de rejeição e o uso de medicamentos imunossupressores usados para evitar a rejeição em transplantes convencionais.

Informações do programa de TV Panorama, da BBC e pesquisa divulgada na publicação científica Cell TRansplantation.

Uma novidade super animadora, comente.

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.