Scroll Top

Lição de casa

União Ibérica: Causas, Invasão Holandesa, Maurício de Nassau e Resumo

.

.

A União Ibérica é estudada nos colégios como um período em que os governos português e espanhol estiveram sob o domínio de um mesmo monarca de forma centralizada, mas você sabe porque isso aconteceu? Essa história tem início entre 1578 e 1580 quando o rei português dom Sebastião foi dado como morto após desaparecer durante uma batalha contra mouros em Alcácer-Quibir. O monarca não tinha herdeiros diretos e sua morte causou o fim a dinastia Avis dando lugar a intensas disputas pela sucessão ao trono português.

Seu tio-avô, o cardeal dom Henrique, assumiu o posto por dois anos mas sua morte colocou novamente a questão em pauta e desta vez quem se saiu melhor foi o rei da Espanha, Filipe II. Ele era neto do rei dom Manuel I e chegou a ameaçar invadir Portugal para conseguir assumir o trono, o que deixou os portugueses de mãos atadas.

Foi então que se iniciou o período de domínio espanhol sobre todos o território português inclusive o de suas colônias. Essa situação era muito favorável para a Espanha já que a posse lhe trazia imensos lucros com a arrecadação tributária e o comércio de escravos. Isso permitiu que os espanhóis se recuperassem das perdas sofridas durante guerras e aumentassem consideravelmente seu vasto império.

.

Restauração (1640)

.

Tanto na metrópole quanto nas colônias o rei espanhol buscou promover poucas mudanças para impedir que os portugueses se revoltassem e iniciassem uma guerra. Muitas vantagens e privilégios foram mantidos e até mesmo tratados foram assinados como o de Tomar que garantia a preferência do comércio marítimo com as colônias aos portugueses.

A União Ibérica teve seu fim no ano de 1640 com a chamada Restauração, episódio em que o duque de Bragança assumiu o trono português e com o apoio da nobreza pôs fim a dominação espanhola. Ainda assim anos depois era possível perceber os efeitos dessa união (se é que assim pode ser chamada) principalmente nas colônias.

No Brasil as mudanças mais significativas estavam relacionadas a inimizade existente entre a Espanha e países como Holanda, França e Inglaterra que por diversas vezes tentaram invadir a colônia. O Embargo Espanhol que impedia o comércio de açúcar com os holandeses foi o grande motivador da ocupação do nordeste brasileiro através do que chamamos de Invasão Holandesa.

.

Maurício de Nassau

.

Os holandeses haviam fundado a Companhias das Índias Orientais e depois Ocidentais que tinham como finalidade realizar o comércio marítimo e ainda estabelecer colônias. Com isso eles invadiram Salvador sendo expulsos pelas forças luso-brasileiras um ano depois em 1649. Em 1630 eles fizeram mais uma investida dominando a capitania de Pernambuco (atual Recife) que na época era governada por Matias de Albuquerque.

Apesar da resistência as tropas luso-brasileiras foram derrotadas e os holandeses se estabeleceram de vez na região que passou a ser chamada de Brasil holandês. Para organizar a região a Companhia das índias enviou à colônia o conde João Maurício de Nassau-Siegen que ganhou o posto de governador-geral. Ele fez diversas melhorias a região promovendo entre outras coisas a reativação econômica, a reforma urbanística, a tolerância religiosa e o desenvolvimento artístico e cultural.

Isso trouxe prestígio ao governador e acalmou os ânimos dos luso-brasileiros que à essa altura só queriam um pouco de paz para levar a produção de açúcar. Porém alguns desentendimentos com outros líderes holandeses fizeram com que Nassau perdesse seu cargo em 1644. Isso gerou um aumento da pressão holandesa sobre os senhores de engenho que fez com que eles organizassem a Insurreição e em 1654 expulsassem os holandeses do Brasil.

Assuntos do Artigo:
  • união ibérica resumo
  • embargo espanhol e comercio do açucar
  • uniao iberica

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à União Ibérica: Causas, Invasão Holandesa, Maurício de Nassau e Resumo!


Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: