Notícias

Video Pede Prisão de Guerrilheiro Africano Joseph Kony, Veja KONY 2012

.

.

…………….Nesta semana um documentário para a internet postado no canal de vídeos Youtube chamou a atenção de todos e ganhou destaque na mídia internacional. Ele mostra Joseph Kony, guerrilheiro africano que já sequestrou mais de 30 mil crianças e hoje está na lista do mais famosos e procurados do mundo.

…………….Em cinco dias, mais de 75 milhões de pessoas viram Kony 2012, o que  mostra a força da mobilização da comunidade global em relação ao assunto. O vídeo pede a prisão do homem que em 26 anos de guerrilha contra o governo de Uganda, já cometeu crimes e abusos bárbaros contra crianças inocentes.

.

http://www.youtube.com/watch?v=Y4MnpzG5Sqc

.

…………….Ele transformou meninos em soldados, garotas em escravas sexuais. Obrigava as crianças a matarem os próprios pais antes de aderirem ao exército dele, batizado de resistência do senhor. Mutilava e degolava quem não obedecesse suas ordens entre outras atrocidades omitidas até mesmo no vídeo.

…………….Em 2011 os Estados Unidos teriam mandado cerca de 100 soldados para treinar o exército de Uganda. Eles tinham como objetivo  localizar e capturar Kony, mas até agora nada de definitivo aconteceu. Mas não pense você que o documentário trouxe apenas críticas positivas.

.

.

…………….O documentário omite algumas informações que culpam também o governo e o próprio exército de Uganda. Os produtores do documentário se defendem dizendo que o objetivo do vídeo é acabar com o anonimato de Kony e pressionar para que ele seja capturado e julgado pelos crimes que cometeu.

…………….Quem quiser apoiar a campanha pode acessar o site Kony 2012 (www.kony2012.com). Lá você encontra informações sobre a iniciativa, seus objetivos, conquistas e os problemas a serem enfrentados. Mas e você, o que achou do vídeo??? E da campanha??? Deixe o seu comentário.

Comente Via FaceBook

Comentários


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.